Assine Já
quinta, 13 de maio de 2021
Região dos Lagos
22ºmax
18ºmin
http://www.alerj.rj.gov.br/
Tropical mobile
TEMPO REAL Confirmados: 37918 Óbitos: 1447
Confirmados Óbitos
Araruama 9612 300
Armação dos Búzios 4692 57
Arraial do Cabo 1317 69
Cabo Frio 10088 529
Iguaba Grande 3759 93
São Pedro da Aldeia 5248 224
Saquarema 3202 175
Últimas notícias sobre a COVID-19
MEIO AMBIENTE

Agentes da Prefeitura de São Pedro da Aldeia resgatam dois animais silvestres em menos de 24h

Remoções de filhote de maçarico e cobra jararaca foram realizadas em locais distintos do município

26 abril 2021 - 18h15Por Redação

Dois animais silvestres foram resgatados nas últimas 24 horas em São Pedro da Aldeia por agentes da Guarda e do Grupamento Ambiental. Uma cobra da espécie Bothrops Jararaca, conhecida popularmente como jararaca, foi capturada no bairro São Mateus por agentes da Guarda Ambiental, nesta segunda-feira (26), e solta em área adequada. Um pássaro maçarico também foi resgatado, às margens da Lagoa de Araruama, durante a ação de limpeza realizada no domingo (25) no bairro Baixo Grande. Ele precisou ser encaminhado para um centro de reabilitação. 

A cobra jararaca foi localizada por funcionários de uma das unidades da concessionária Prolagos, que acionaram os agentes municipais por meio do número 153. Esta espécie de cobra possui desenhos que lhe permitem fácil camuflagem, o que torna mais difícil a visualização. Podem chegar a cerca de 1,20m e são venenosas, por isso a importância de acionar órgãos especializados ao avistá-la em área residencial. 

A secretária de Meio Ambiente, Raquel Trevizam, explicou que o crescimento urbano pode estar associado ao aparecimento das serpentes. “Existe uma pressão do crescimento urbano que faz com que essas cobras busquem locais com maior concentração de alimentos, como roedores. Elas se aproximam cada vez mais das residências motivadas por isso. Orientamos a população para que sempre peça ajuda ao se deparar com animais silvestres, especialmente serpentes”, orientou. 

O membro do Grupamento Ambiental, Marco da Conceição, disse que a maioria dos resgates realizados é em áreas próximas aos habitats naturais dos animais. “Eles têm aparecido em locais próximos a áreas verdes, especialmente as cobras. A captura realizada hoje foi perto da mata nativa. A serpente pode ter ido em busca de uma preza, por exemplo”, afirmou.

O pássaro maçarico, ainda filhote, foi localizado durante uma ação de limpeza com retirada de resíduos realizada no bairro Baixo Grande. Ele estava debilitado e precisou ser encaminhado pelos agentes municipais ao CTA Meio Ambiente, empresa com sede em Cabo Frio, que presta atendimento à fauna e flora na região pertencente à Bacia de Campos.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.