Assine Já
quarta, 23 de setembro de 2020
Região dos Lagos
21ºmax
16ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7914 Óbitos: 414
Confirmados Óbitos
Araruama 1580 102
Armação dos Búzios 474 10
Arraial do Cabo 231 13
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1284 51
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
mandado

Agentes da 126ª DP  cumprem dois mandados de prisão em Cabo Frio

Um dos presos se apresentou espontaneamente na delegacia

04 setembro 2014 - 11h26
 Agentes da 126ª DP  cumprem dois mandados de prisão em Cabo Frio

Liderados pela delegada Flávia Monteiro de Barros, oito policiais civis da 126ª DP (Cabo Frio) cumpriram na manhã desta quinta-feira (4) dois mandados de prisão nos bairros Jardim Esperança e Portinho. Ao chegar à residência de Fernando Santos Catarina, na Rua Ézio Cardoso Fonseca, os agentes não conseguiram capturar o acusado, condenado por furto qualificado em 2010. No entanto, informações do serviço de inteligência da delegacia, levaram a equipe a localizar o acusado em uma casa a duas quadras de sua residência, onde fugiu pela janela. Os policiais perseguiram o acusado e conseguiram o deter.

A titular da delegacia, Flávia Monteiro, informou que Fernando estaria escondido na casa de um senhor de 60 anos, que também foi encaminhado para a 126ª DP, e poderá ser autuado no delito de favorecimento. No local foi encontrada ainda uma balança de precisão, além de material para embalagem de maconha. De acordo com a delegada, não foram localizadas armas ou drogas na casa.

- Certamente a Justiça irá investigará outros crimes ligados a Fernando, como tráfico de drogas naquela região do Jardim.

Já o outro homem, acusado de furto qualificado praticado em 2010, não foi encontrado em sua casa, no Portinho. No entanto, ele decidiu se apresentar espontaneamente na sede da delegacia. Segundo a titular, ele foi avisado por parentes e nem sabia que havia condenação para ele. O acusado, que trabalha com carteira assinada, ainda teve o apoio de seu patrão, que também se dirigiu à delegacia para interceder a favor de seu funcionário.

- Acredito que ele contribuiu com a Justiça e, como contra ele não há crime com gravidade, a pena possa ser atenuada pelo juiz. Ainda mais com a disposição de seu patrão em depor a seu favor – comentou a delegada.

Os dois acusados serão encaminhados nesta sexta-feira (5) para o complexo penitenciário de Bangu, na Zona Oeste do Rio de Janeiro