Assine Já
segunda, 01 de março de 2021
Região dos Lagos
29ºmax
21ºmin
Tropical
Tropical mobile
TEMPO REAL Confirmados: 26524 Óbitos: 912
Confirmados Óbitos
Araruama 6711 182
Armação dos Búzios 3191 32
Arraial do Cabo 855 37
Cabo Frio 7394 352
Iguaba Grande 2510 55
São Pedro da Aldeia 3488 126
Saquarema 2375 128
Últimas notícias sobre a COVID-19
EXPOSIÇÃO PERMANENTE

Aeronave militar será exposta na orla de São Pedro da Aldeia a partir deste domingo (23)

Equipamento era operado pelo 1º Esquadrão de Aviões de Interceptação e Ataque da Marinha do Brasil

21 agosto 2020 - 17h27Por Redação

O maior cartão-postal de São Pedro da Aldeia vai ser palco para um monumento em homenagem à Aviação Naval brasileira. Uma aeronave Mc Donnel-Douglas A-4 Skyhawk ficará exposta, de forma estática e permanente, na Orla da Praia do Centro, principal atrativo turístico da cidade, que está sendo revitalizado pela Prefeitura. A exposição ficará disponível para o público a partir deste domingo (23). Devido ao cenário de pandemia do coronavírus, não haverá cerimônia de inauguração.

Instalada às margens do calçadão que está sendo construído na orla da Praia do Centro, próximo à Rodoviária Municipal, a aeronave militar promete chamar a atenção de quem passar pelo local e dar boas-vindas aos visitantes, sendo um novo símbolo na entrada da cidade. A iniciativa integra um conjunto de ações, resultante de uma cooperação entre a Prefeitura e a Marinha do Brasil, que têm como objetivo valorizar a relação histórico-cultural de São Pedro da Aldeia com a Aviação Naval.

Para o prefeito Cláudio Chumbinho, haverá uma grande interação do público nesse monumento, que será um marco para moradores e visitantes conhecerem e registrarem a cidade. “São Pedro da Aldeia é a morada da Aviação Naval há quase 60 anos. A parceria que temos com a Marinha também busca valorizar essa história. Não haverá uma cerimônia de inauguração para evitar aglomerações e preservar a saúde da população aldeense”, explica.

A abertura da exposição permanente acontece na mesma data na qual se comemora os 104 anos da Aviação Naval. A aeronave, exposta às margens da Laguna de Araruama, era operada pelo 1º Esquadrão de Aviões de Interceptação e Ataque (EsqdVF-1) e atuou em áreas oceânicas com a responsabilidade de interceptar e atacar alvos aéreos, além de defender área marítima restrita e localizar, acompanhar e atacar alvos de superfície, entre outras funções.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.