Assine Já
sábado, 04 de julho de 2020
Região dos Lagos
23ºmax
16ºmin
TEMPO REAL Suspeitos: 325 Confirmados: 2996 Óbitos: 179
Suspeitos: 325 Confirmados: 2996 Óbitos: 179
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 260 584 40
Armação dos Búzios X 250 6
Arraial do Cabo 11 73 11
Cabo Frio X 943 58
Iguaba Grande 13 207 20
São Pedro da Aldeia 24 455 16
Saquarema 17 484 28
Últimas notícias sobre a COVID-19
advogados

Advogados querem fim do paletó no verão

Em outros estados, dispensa do traje já foi permitida

11 dezembro 2014 - 17h12
A luta dos advogados fluminenses pela dispensa do paletó e da gravata voltará com força neste verão. A Caarj (Caixa de Assistência dos Advogados do Estado do Rio de Janeiro), em parceria com a OAB-RJ, vai retomar a campanha ‘Paletó no Verão, não! – Respeito não se mede pelo traje’, que mobilizou a categoria no início do ano. Os advogados reivindicam o fim da exigência em todas as sessões de julgamento, audiências, despachos e sustentações orais.
Na última terça, o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 1ª Região dispensou o uso de paletó e gravata somente para despachos e trânsito nas dependências das unidades de Primeiro e Segundo Graus do TRT. Em audiências de Primeiro Grau, bem como nas sessões das turmas, seções especializadas, do Órgão Especial e Tribunal Pleno, a obrigatoriedade do traje foi mantida.  O presidente da Caarj, Marcello Oliveira, criticou duramente a decisão. “Não é possível que se continue a privilegiar um costume em detrimento da saúde do advogado. O assunto é sério e os presidentes de Tribunais no Rio de Janeiro tratam isso de forma banal. Em vários estados brasileiros, a dispensa tornou-se rotineira”, disse.