Assine Já
terça, 27 de julho de 2021
Região dos Lagos
27ºmax
15ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 45921 Óbitos: 1853
Confirmados Óbitos
Araruama 11325 353
Armação dos Búzios 5456 57
Arraial do Cabo 1564 87
Cabo Frio 12520 751
Iguaba Grande 4746 114
São Pedro da Aldeia 6144 273
Saquarema 4166 218
Últimas notícias sobre a COVID-19
Geral

“Adriano rompeu o acordo e o diálogo também”, diz ocupante da prefeitura

Manifestantes passaram a noite no prédio e dizem que só saem se prefeito abrir diálogo

10 julho 2019 - 09h15
“Adriano rompeu o acordo e o diálogo também”, diz ocupante da prefeitura

O clima político de Cabo Frio esquenta com a segunda ocupação de prédio público nesta semana - na segunda-feira, artistas ocuparam o Charitas. Desta vez foram servidores da Educação que, desde ontem, ocuparam o prédio da prefeitura. São 10 ocupantes que passaram a noite no local e prometem só sair quando o prefeito Adriano Moreno atender um grupo para audiência. Durante a noite de ontem os servidores tiveram problemas porque o banheiro foi fechado, a entrada de alimentos proibidos e água cortada. Mas representantes da OAB e Câmara Municipal negociaram a normalização da situação.

Segundo informações da sindicalista Denize Teixeira, que também passou a noite acampada nos corredores do segundo andar da prefeitura, o  motivo da ocupação é o não cumprimento de diversos pontos do acordo feito com o próprio prefeito no mês passado, dentre eles, reajuste de 8% para a categoria, isonomia salarial e o não cumprimento do calendário de pagamento.

- O prefeito cancelou duas vezes uma audiência marcada e por não ter previsão alguma de nos atender, viemos para cá e só sairemos quando ele falar com a gente. Além de romper o acordo, Adriano rompe o diálogo! – declarou Denize.

A sindicalista informou ainda que como o governo descontou um dia dos servidores por greve realizada no mês passado, a reposição das aulas só será feita quando esse dinheiro for reposto: “Com isso, o ano letivo não tem hora para acabar”, finalizou Denize. Vale ressaltar que a categoria decidiu em assembleia no mês passado que toda vez que o quinto dia útil para o pagamento não fosse cumprido, a greve estaria decretada automaticamente no dia seguinte. A categoria está em greve desde o último sábado.

A Folha enviou um pedido de nota para a prefeitura de Cabo Frio, mas ainda não obteve resposta e, assim que a mesma chegar, será publicada.

No Charitas, sede da secretaria de Cultura, artistas da cidade promovem uma ocupação desde segunda-feira contra a nomeação do novo secretário da pasta. Diversos eventos acontecem no local, como apresentação de música, literatura, pintura e etc. A prefeitura também foi questionada sobre esta ocupação e também não se manifestou até o momento.