Assine Já
domingo, 17 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
30ºmax
21ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
OFÍCIO À PREFEITURA

Acia de Cabo Frio envia ofício à Prefeitura e solicita reabertura do comércio

Documento foi enviado nesta quarta-feira (22)

23 abril 2020 - 14h59Por Julian Viana

A Associação Comercial, Industrial e Turística de Cabo Frio (Acia) enviou um ofício à Prefeitura solicitando a reabertura do comércio no município. O documento foi enviado nesta quarta-feira (22).

Para a presidente do associação, Patrícia Cardinot, existe necessidade de flexibilização na abertura de todo o comércio na cidade.

 – Precisamos dessa flexibilização urgente do nosso comércio devido ao caos econômicos que estamos enfrentando. A gente teria o nosso comércio aberto seguindo todas as recomendações do Ministério da Saúde. Nós também da Acia nos colocamos à disposição para ajudar na fiscalização. Não dá mais para esperar. A situação está muito caótica e, pelo visto, o vírus ainda vai se alastrar durante um tempo. Temos o respeito pelas vidas e com as nossas empresas – ressalta a presidente, cuja avaliação é de que "a quantidade de casos confirmados da doença na cidade é baixo".

O documento propõe as seguintes medidas:

  • Criação de uma “Comissão Estratégica”, com membros do Executivo, Acia e empresários, para o combate à crise pós-pandemia;
  • Liberação do comércio das 10h às 16h;
  • Liberação de obras e abertura de lojas de materiais de construção; Liberação de abertura das bancas de jornal;
  • Liberação de escritórios e de atendimentos de lojas para um cliente por vez, oferecendo álcool em gel e usando máscaras;
  • Liberação de praias para caminhadas e exercícios mantendo-se o distanciamento; Manutenção das medidas contra aglomeração em praças e parques;
  • Liberação de funcionamento de escritórios de advocacia, contabilidade, engenharia, imobiliárias e outros;
  • Liberação de academias até 50% dos usuários, dentro de um horário programado e regras, com limpeza dos aparelhos e higienização (álcool em gel e produtos de limpeza) a cada troca de usuário;
  • Liberação de restaurantes em suas partes internas, sem mesas nas calçadas para evitar aglomerações;
  • Liberação de hotéis para receberem moradores da cidade que querem ficar afastados de parentes de idade de risco para não colocarem suas vidas em risco.

 

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.