Assine Já
segunda, 28 de setembro de 2020
Região dos Lagos
35ºmax
20ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8312 Óbitos: 427
Confirmados Óbitos
Araruama 1625 102
Armação dos Búzios 491 10
Arraial do Cabo 252 15
Cabo Frio 2757 145
Iguaba Grande 684 36
São Pedro da Aldeia 1323 51
Saquarema 1180 68
Últimas notícias sobre a COVID-19
Cabo Frio

A educação financeira do jeito que as crianças gostam de ler

Livro com método lúdico-interativo será lançado dia 21 no Fórum Mundial de Educação

13 maio 2015 - 10h02
A educação financeira do jeito que as crianças gostam de ler

Facilitar o aprendizado de crianças, adolescentes, e até mesmo de adultos, de forma lúdica e interativa. Esta é a proposta do método desenvolvido e testado por quatro anos na Rússia pela escritora Ana Pregardier, que lança o livro “Educação Financeira – Jogos para sala de aula”. O lançamento acontece no próximo dia 21, no Fórum Mundial de Educação, Literatura e Inclusão Social, em Salvador (BA). A obra é vendida em Cabo Frio pela Editora Comunicação (2644.2164).

O objetivo da nova ferramenta é iniciar o aprendizado dentro da escola e o livro auxilia professores na elaboração do plano de aula. Ao todo são 22 atividades, sendo oito para o ensino infantil onde o professor pode utilizar em média uma por mês, e mais 14 exercícios para o ensino fundamental, com média de duas atividades por mês.

Autora de oito jogos de educação financeira, três livros e cinco e-books, a ideia de Ana era transformar o tema, espinhoso até para adultos, em atividades lúdico-interativas para atrair crianças sobre a necessidade de como lidar com dinheiro e a importância dele no dia a dia. As atividades, segundo ela, são interessantes também para adultos.

– O importante para a criança é que a experiência se torne vivencial e o game, por si só, tem essa capacidade, de trazer para o dia a dia da criança. Por isso também a escolha da linguagem de jogos, assim como das mídias digitais – explicou a autora de “A aventura da economia”, “A flor que dançava” e “A origem do dinheiro”.

Entre os jogos, destaque para “O que vem primeiro”, “Buscando meus sonhos”, “Mistérios da economia” e “NIS – Necessário, Importante, Supérfluo”, para crianças a partir dos 10 anos. Segundo ela, o desenvolvimento do método Lúdico-Vivencial de Formação de Hábitos Financeiros surgiu a partir da vontade de unir dois de seus interesses pessoais: finanças e crianças. O estudo começou em 2008 e a publicação da tese dois anos depois.

Após aprovação teve início a criação dos jogos, as formas de aplicação, bem como os testes, que foram feitos na Rússia uma vez que o Brasil não possui este processo. Apesar disso, o método é reconhecido cientificamente junto à entidades acadêmicas brasileiras.

– São materiais importantes para a criança e um bom exemplo é o NIS. São as escolhas que fazem a educação financeira porque o dinheiro é um meio, não é só para juntar ou guardar – explicou.

O NIS está disponível online no intusforma.com.br/eleganteonline e o material para aquisição pode ser encontrado na Editora Comunicação na Rua Raul Veiga, 153 sala 317.

Sobre a autora – Graduada em Administração de Empresas pela Universidade do Vale dos Sinos (Unisinos), em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, desenvolveu o método concomitante à especialização em Psicologia pela Universidade Estatal de São Petersburgo, na Rússia. Atualmente cursa Mestrado em Educação pela Universidad de los Mambos, em Santiago, no Chile, e Especialização em Neurociência Clínica pela AVM Faculdades Integradas, em Manaus.

 Possui especializações em Gerenciamento de Projetos, pela Fundação Getúlio Vargas e em Gestão do Conhecimento, Paradigma Ontopsicológico (interdisciplinar) e de Gestão de Negócios e Business Intuition junto a Antonio Meneghetti Faculdade (AMF), no Rio Grande do Sul. É autora de livros didáticos, artigos científicos, além de congressista nacional e internacional especializada no tema.