Assine Já
quinta, 16 de setembro de 2021
Região dos Lagos
23ºmax
20ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 50529 Óbitos: 2055
Confirmados Óbitos
Araruama 12146 429
Armação dos Búzios 6138 64
Arraial do Cabo 1679 90
Cabo Frio 13948 821
Iguaba Grande 5338 134
São Pedro da Aldeia 6812 284
Saquarema 4468 233
Últimas notícias sobre a COVID-19
Equipe de Cabo Frio é derrotada por 4 a 2 e segue sem vitórias no Carioca

Time sai na frente, mas é goleado

Equipe de Cabo Frio é derrotada por 4 a 2 e segue sem vitórias no Carioca

04 fevereiro 2016 - 11h53

Em jogo de muita intensidade, com belos gols, a Cabofriense lutou, mas não conseguiu a primeira vitória no Campeonato Carioca. O time foi derrotado por 4 a 2 pelo Madureira, em Conselheiro Galvão, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Ernani (2), Daniel e João Carlos marcaram para os donos da casa; Carlinhos e Franco descontaram. Após o tropeço diante do América, no Correão, a Cabofriense mostrou muito empenho para pontuar fora de casa. A equipe não se intimidou e teve a primeira chance da partida através do atacante Marquinhos Sul, que chutou com perigo após lançamento de Jardel.

A Cabofriense vinha bem no primeiro tempo, tanto que abriu o placar aos 35 minutos com uma pintura: meia Carlinhos, em fulminante arrancada, dribla três adversários, limpa o goleiro Rafael e faz um gol de placa em Conselheiro Galvão. Coube a Ernani, com outro belo gol, um ex-Cabofriense, deixar tudo igual num forte chute de fora da área aos 40 minutos. Ao que parece, o empate animou o Madureira, que viraria o jogo no minuto seguinte com cabeçada de Leandro Chaves após cobrança de escanteio. Assim, terminou a etapa inicial.

Bola rolando e o ritmo intenso prosseguiu no segundo tempo. Logo aos 10 minutos, os visitantes foram buscar o empate com outro golaço: em bela cobrança de falta, Franco acerta o ângulo do goleiro Rafael. Outro ex-jogador da Cabofriense, Arthur Faria, pediu pênalti, mas o árbitro não deu ouvidos ao meia. Mas, pouco tempo depois, o zagueiro Leandro Euzébio fez falta dentro da área, dessa vez marcada pelo juiz. O atacante João Carlos cobrou e colocou o Madureira novamente na frente no placar. 3 a 2.

A Cabofriense ainda tentou ensaiar uma pressão, mas o terceiro gol do adversário caiu como uma ducha de água. O time apostou nas bolas levantadas na área, mas todas foram afastadas pela defesa do Madureira. No último minuto do jogo, o atacante João Carlos recebeu a bola completamente livre de marcação e deu números finais à partida: Madureira 4 a 2 na Cabofriense. O atacante, autor de dois gols no confronto, foi ovacionado pela torcida que compareceu timidamente ao Estádio Conselheiro Galvão.

Com o resultado, a Cabofriense permanece sem vencer no campeonato, com um ponto em dois jogos.
O Madureira, por sua vez, consegue os primeiros três pontos após a goleada sofrida para o Vasco na estreia da competição. O Crumaltino derrotou o Tricolor suburbando pelo impiedoso placar de 4 a 1.