Assine Já
quinta, 06 de agosto de 2020
Região dos Lagos
24ºmax
14ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 4727 Óbitos: 275
Confirmados Óbitos
Araruama 816 49
Armação dos Búzios 357 9
Arraial do Cabo 120 12
Cabo Frio 1541 93
Iguaba Grande 334 23
São Pedro da Aldeia 740 39
Saquarema 819 50
Últimas notícias sobre a COVID-19
massacre

Massacre alemão sobre seleção brasileira entristece torcedores na Praia do Forte

Depois da animação, a indignação diante de uma derrota humilhante nos gramados

08 julho 2014 - 18h29Por Sérgio Meirelles | Fotos: Johnny Costa
Massacre alemão sobre seleção brasileira entristece torcedores na Praia do Forte

Antes: a Avenida Nilo Peçanha recebia a maior concentração de torcedores nos jogos da Copa. Depois: indignação, lágrimas e revolta e a rua já um tanto esvaziada. Antes: todos se levantam para cantar o hino nacional. Depois: torcedores xingam jogadores e reclamam da escalação de Felipão. Tudo por conta do massacre imposto pela Alemanha à seleção brasileira: 5 x 0. Um chocolate que veio de uma vez só, apenas no primeiro tempo. No segundo, mais dois: 7x0. Oscar fez o gol de honra brasileiro.

Na Praia do Forte, até um torcedor argentino se dizia surpreendido.

- Estou tão surpreendido como vocês, brasileiros. Agora, vou torcer é para Argentina - disse Alberto de Arriba, 61, contador.

No intervalo, donos de restaurantes tentaram animar os fregueses ao som do funk. Mas nem isso foi suficiente para mudar o clima de indignação.

- Uma vergonha - resumiu João Pedro Barreto, 21, com lágrimas nos olhos.