Assine Já
terça, 27 de outubro de 2020
Região dos Lagos
27ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 9419 Óbitos: 486
Confirmados Óbitos
Araruama 1914 111
Armação dos Búzios 582 10
Arraial do Cabo 298 15
Cabo Frio 3084 168
Iguaba Grande 826 38
São Pedro da Aldeia 1456 71
Saquarema 1259 73
Últimas notícias sobre a COVID-19
massacre

Massacre alemão sobre seleção brasileira entristece torcedores na Praia do Forte

Depois da animação, a indignação diante de uma derrota humilhante nos gramados

08 julho 2014 - 18h29Por Sérgio Meirelles | Fotos: Johnny Costa
Massacre alemão sobre seleção brasileira entristece torcedores na Praia do Forte

Antes: a Avenida Nilo Peçanha recebia a maior concentração de torcedores nos jogos da Copa. Depois: indignação, lágrimas e revolta e a rua já um tanto esvaziada. Antes: todos se levantam para cantar o hino nacional. Depois: torcedores xingam jogadores e reclamam da escalação de Felipão. Tudo por conta do massacre imposto pela Alemanha à seleção brasileira: 5 x 0. Um chocolate que veio de uma vez só, apenas no primeiro tempo. No segundo, mais dois: 7x0. Oscar fez o gol de honra brasileiro.

Na Praia do Forte, até um torcedor argentino se dizia surpreendido.

- Estou tão surpreendido como vocês, brasileiros. Agora, vou torcer é para Argentina - disse Alberto de Arriba, 61, contador.

No intervalo, donos de restaurantes tentaram animar os fregueses ao som do funk. Mas nem isso foi suficiente para mudar o clima de indignação.

- Uma vergonha - resumiu João Pedro Barreto, 21, com lágrimas nos olhos.