Assine Já
terça, 18 de fevereiro de 2020
Região dos Lagos
29ºmax
22ºmin
Apartamento
PARA SAIR DO ZERO

Luciano Quadros quer Cabofriense mais solta contra o Vasco

Com três derrotas nos primeiros jogos, Tricolor Praiano está na lanterna de seu grupo no Cariocão

27 janeiro 2020 - 20h21Por Redação
Luciano Quadros quer Cabofriense mais solta contra o Vasco

O desempenho da Cabofriense no começo da temporada está longe de empolgar. Pelo contrário, a equipe já acumula três derrotas no mesmo número de partidas e está na lanterna do grupo B do Campeonato Carioca. Para piorar, a produtividade ofensiva do time é num até o momento. O Tricolor Praiano ainda não fez um gol sequer na competição e sofre cinco. Apesar do retrospecto inicial negativo, o recém-chegado treinador Luciano Quadros não joga a toalha.

Luciano disse ter visto pontos positivos no time que perdeu por 1 a 0 para o Madureira, no sábado, no Correão. Ele espera fazer a equipe evoluir para o próximo duelo, depois de amanhã, contra o Vasco, apesar do pouco tempo para treinamento, em virtude do calendário apertado. 

– Mesmo com apenas um dia de treino, tivemos um primeiro jogo equilibrado, vi nosso time bem organizado sem a bola. Agora é trabalhar muito até quinta-feira, para manter isso e organizar o time para jogar, criar e se movimentar. Senti o time ainda preso, precisamos reforçar o treinamento de movimentação, constância, profundidade. Isso é treino, e vamos precisar fazer bastante – observou.

Não há mesmo muito tempo para lamentações. Até o confronto contra os cruzmaltinos, serão apenas quatro atividades, já contando com a de domingo, no dia seguinte ao último jogo, e a de ontem à tarde. No Correão, a equipe ainda treina hoje e amanhã, quando a delegação viaja para o Rio, em busca dos primeiros pontos na competição. 

Luciano Quadros disse qual cara pretende dar à equipe ao longo da competição, com a sequência de treinamentos e jogos. 

– Meus times precisam ter intensidade alta, força de uma equipe constante durante os 90 minutos. Mesmo com um jogo em cima do outro, vamos precisar dar uma dinâmica diferente. Vamos fazer os treinos, entender o elenco e escolher as melhores peças para uma melhor organização de jogo. Eu gosto de time com coragem, com aproximação pelos lados e por dentro. Vamos trabalhar todos os dias para chegar no jogo contra o Vasco com um time mais organizado, disposto para buscar o resultado – disse.

No sábado, o time de Cabo Frio repetiu a atuação apática que já havia tido contra o Volta Redonda, na semana passada, quando foi goleado por 4 a 0. Em jogo fraco tecnicamente, a equipe até teve algumas oportunidades de fazer o gol, mas viu Nathan, que havia entrado no segundo tempo, fazer o gol da vitória do Madureira, aos 31 minutos.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 29 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições na porta de casa, de terça a sábado. Ligue já: (22) 2644-4698.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.