Assine Já
segunda, 21 de setembro de 2020
Região dos Lagos
22ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7728 Óbitos: 407
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 468 10
Arraial do Cabo 215 13
Cabo Frio 2528 136
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1213 50
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
futsal

Futsal: ​UVA quer entar no Carioca

Time foi convidado, mas precisa de apoio para participar 

30 abril 2016 - 13h08
Futsal: ​UVA quer entar no Carioca

GABRIEL TINOCO

 

O bom desempenho dentro de quadra da Atlética UVA fez a Federação de Futsal do Rio de Janeiro ficar de olhos abertos, mas não é o suficiente para o time do campus cabofriense disputar o Carioca. O modelo do campeonato deste ano seleciona quatro equipes por região – e falta apenas um representante para se unir a ADDP Cabo Frio, Zelador e Rio Bonito. Mas, mesmo assim, a equipe precisa de apoio financeiro para não ficar de fora.

O prazo para inscrição no campeonato seria encerrado na tarde de ontem e o time não teria conseguido parcerias para dar a resposta. No entanto, o prazo conseguiu ser prorrogado até a próxima segunda-feira. O time foi inaugurado em 2014.

Alguns marcadores estiveram na frente da equipe para a participação no campeonato que tem início em maio. A Atlética Uva tem um elenco que treina regularmente e com jogadores disponíveis para o campeonato. No entanto, o time não consegue arcar com as despesas da competição. A inscrição custa R$ 650 e cada jogo custará R$ 225 para pagar a arbitragem, além de gastos com alimentação nas rodadas da primeira fase em que o time atuará longe de Cabo Frio.

A Atlética Uva tem um elenco formado por quase 20 jogadores comandados pelo técnico Anderson Mangueira.

– Fizemos um ótimo Intereng e, para jogar o Carioca, poderemos contar com alunos que não são do curso de Engenharia, que não puderam atuar no torneio em Campos. O convite pro Carioca pra aumentar a experiência desses meninos e divulgar ainda mais a marca da Atlética – analisou Mangueira.

– Treinamos algumas vezes no ginásio, mas a maioria dos treinamentos foram com quadra aberta. quadra aberta, ginásio. cederi. O time com alunos da faculdade fica muito bom. Em alguns torneios, só disputavam alunos de um determinado curso. E o time só de alunos de engenharia também era bom. Mas o Carioca seria com jogadores de toda a faculdade. Era uma chance excelente para a gente – comentou o goleiro Guilherme Cardoso, o Guima.

Logo de cara, uma competição em que o time saiu invicto.

– Há uma atlética de todos os esportes na faculdade e o futsal masculino é o com mais destaque. No início, começamos disputando competições universitárias: a primeira delas foi a Série B dos Jogos Universitários em que saímos invictos do torneio – afirmou Guima.

A ADDP Cabo Frio também demonstrou interesse na participação da Atlética Uva. Isso porque o time mais vitorioso da cidade nos últimos anos poderá ficar sem jogar nenhuma competição pela Região dos Lagos por não ter conseguido mandar os quatro representantes para o Carioca. Nos últimos anos, a ADDP teve excelente desempenho na competição, colecionando títulos e fazendo boas campanhas.

A Universidade Veiga de Almeida também tem equipes e atletas em outras modalidade. O time de futsal feminino, inclusive, tem grandes chances de entrar no Carioca. O elenco masculino, por sua vez, arrastou torcedores aos jogos e, em nota, lamentou o fato de não poder estar na competição por conta da crise financeira em que passa o país ultimamente.