Assine Já
quinta, 16 de julho de 2020
Região dos Lagos
22ºmax
13ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 3553 Óbitos: 207
Confirmados Óbitos
Araruama 671 42
Armação dos Búzios 288 8
Arraial do Cabo 88 11
Cabo Frio 1067 66
Iguaba Grande 257 20
São Pedro da Aldeia 565 21
Saquarema 617 39
Últimas notícias sobre a COVID-19
futsal

Futsal: ​UVA quer entar no Carioca

Time foi convidado, mas precisa de apoio para participar 

30 abril 2016 - 13h08
Futsal: ​UVA quer entar no Carioca

GABRIEL TINOCO

 

O bom desempenho dentro de quadra da Atlética UVA fez a Federação de Futsal do Rio de Janeiro ficar de olhos abertos, mas não é o suficiente para o time do campus cabofriense disputar o Carioca. O modelo do campeonato deste ano seleciona quatro equipes por região – e falta apenas um representante para se unir a ADDP Cabo Frio, Zelador e Rio Bonito. Mas, mesmo assim, a equipe precisa de apoio financeiro para não ficar de fora.

O prazo para inscrição no campeonato seria encerrado na tarde de ontem e o time não teria conseguido parcerias para dar a resposta. No entanto, o prazo conseguiu ser prorrogado até a próxima segunda-feira. O time foi inaugurado em 2014.

Alguns marcadores estiveram na frente da equipe para a participação no campeonato que tem início em maio. A Atlética Uva tem um elenco que treina regularmente e com jogadores disponíveis para o campeonato. No entanto, o time não consegue arcar com as despesas da competição. A inscrição custa R$ 650 e cada jogo custará R$ 225 para pagar a arbitragem, além de gastos com alimentação nas rodadas da primeira fase em que o time atuará longe de Cabo Frio.

A Atlética Uva tem um elenco formado por quase 20 jogadores comandados pelo técnico Anderson Mangueira.

– Fizemos um ótimo Intereng e, para jogar o Carioca, poderemos contar com alunos que não são do curso de Engenharia, que não puderam atuar no torneio em Campos. O convite pro Carioca pra aumentar a experiência desses meninos e divulgar ainda mais a marca da Atlética – analisou Mangueira.

– Treinamos algumas vezes no ginásio, mas a maioria dos treinamentos foram com quadra aberta. quadra aberta, ginásio. cederi. O time com alunos da faculdade fica muito bom. Em alguns torneios, só disputavam alunos de um determinado curso. E o time só de alunos de engenharia também era bom. Mas o Carioca seria com jogadores de toda a faculdade. Era uma chance excelente para a gente – comentou o goleiro Guilherme Cardoso, o Guima.

Logo de cara, uma competição em que o time saiu invicto.

– Há uma atlética de todos os esportes na faculdade e o futsal masculino é o com mais destaque. No início, começamos disputando competições universitárias: a primeira delas foi a Série B dos Jogos Universitários em que saímos invictos do torneio – afirmou Guima.

A ADDP Cabo Frio também demonstrou interesse na participação da Atlética Uva. Isso porque o time mais vitorioso da cidade nos últimos anos poderá ficar sem jogar nenhuma competição pela Região dos Lagos por não ter conseguido mandar os quatro representantes para o Carioca. Nos últimos anos, a ADDP teve excelente desempenho na competição, colecionando títulos e fazendo boas campanhas.

A Universidade Veiga de Almeida também tem equipes e atletas em outras modalidade. O time de futsal feminino, inclusive, tem grandes chances de entrar no Carioca. O elenco masculino, por sua vez, arrastou torcedores aos jogos e, em nota, lamentou o fato de não poder estar na competição por conta da crise financeira em que passa o país ultimamente.