Assine Já
sexta, 30 de outubro de 2020
Região dos Lagos
22ºmax
20ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 9642 Óbitos: 492
Confirmados Óbitos
Araruama 1964 112
Armação dos Búzios 597 10
Arraial do Cabo 310 16
Cabo Frio 3128 168
Iguaba Grande 864 38
São Pedro da Aldeia 1494 72
Saquarema 1285 76
Últimas notícias sobre a COVID-19
Cabofriense

Frustração na Ilha: Cabofriense perde na Copa Rio para a Portuguesa

Com nova derrota, Tricolor encerra o primeiro turno sem nenhuma vitória

24 setembro 2015 - 10h51

Ainda não foi desta vez que a Cabofriense beliscou sua primei­ra vitória na Copa Rio. A equipe comandada por Edson Souza foi derrotada, na tarde desta quarta-feira (23), por 1 a 0 pela Portuguesa, na Ilha do Governador. Com o resultado, o Tricolor fechou o primeiro turno com dois empates e duas derrotas em quatro jogos, e ocupa a lan­terna do Grupo D da competição.

O melhor resultado do clube até agora foi um empate em 1 a 1 fora de casa contra o Bonsucesso. Fora isso, 2 a 2 com o Tigres do Brasil, em casa, na estreia, e duas derrotas: em casa para o Nova Iguaçu e a de quarta (23), para a Por­tuguesa da Ilha do Governador.

A Cabofriense tem dois pontos ao fim do primeiro turno. Em seu grupo, o D, lidera a Portuguesa, agora com oito pontos. Bonsu­cesso e Tigres têm seis pontos cada, enquanto o Nova Iguaçu soma apenas três: justamente a vitória contra o Tricolor.

Edson Souza terá, agora, uma semana para ajeitar a equipe até o próximo compromisso, quarta que vem, fora de casa, contra o Tigres do Brasil. A partida, váli­da pela quinta rodada do grupo, acontecerá no Estádio de Los Lá­rios, às 15h, com transmissão da Rede Litoral News (Canal 11).

O jogo – A Cabofriense bus­cou o resultado desde os primei­ros minutos de jogo, e chegou a ter boa chance após boa trama entre Kunzel, Rodrigo Dias e Bruno. A equipe anotou o gol, que foi anulado pela arbitragem.

A Portuguesa da Ilha equili­brou o jogo, mas a Cabofriense seguiu firme e teve boas chances.

Mas o segundo tempo foi da Portuguesa, que pressionou até o gol sair. Numa jogada rápida, Pagodinho ligou o contra-ataque pelos flancos e acionou o lateral Diego Maia, que cruzou para o atacante Bruno Andrade fazer o gol da vitória da Lusa.