Assine Já
quarta, 08 de julho de 2020
Região dos Lagos
29ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
TEMPO REAL Suspeitos: 301 Confirmados: 3282 Óbitos: 191
Suspeitos: 301 Confirmados: 3282 Óbitos: 191
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 270 654 41
Armação dos Búzios X 266 7
Arraial do Cabo 9 83 11
Cabo Frio X 1016 62
Iguaba Grande 13 218 20
São Pedro da Aldeia 2 517 19
Saquarema 7 528 31
Últimas notícias sobre a COVID-19
Bruno Schmidt

Com atuação de gala do cabofriense Bruno Schmidt, Brasil fatura ouro no vôlei de praia

Ao lado de Alison, atleta formado nas areias da cidade bate italianos por 2 a 0 nesta madrugada e sobe ao alto do pódio

19 agosto 2016 - 07h28Por Redação
Com atuação de gala do cabofriense Bruno Schmidt, Brasil fatura ouro no vôlei de praia

SOLTA O GRITO - Com técnica e muita garra, atleta criado na Praia do Forte subiu ao degrau mais alto do pódio (Reuters/Adrees Latif)

Cabo Frio amanheceu nesta sexta-feira (19) com o gosto do ouro de um campeão olímpico formado nas areias da cidade. No começo da madrugada, Bruno Schmidt, ao lado do parceiro Alison Cerutti, derrotaram os italianos Paolo Nicolai e Daniele Lupo por 2 sets a 0 (parciais de 21/19, 21/17) levando ao delírio não apenas o público que lotou a arena montada na Praia de Copacabana, mas a torcida de todo Brasil, e em especial da cidade, que acompanhou o duelo nas primeiras horas do dia.

A partida foi equilibrada praticamente o tempo inteiro. Apenas o começo do primeiro set foi de hesitação para a dupla brasileira por causa dos saques potentes de Nicolai. Mas logo o time da casa se acertou, com os habituais bloqueios de Alison e as defesas espetaculares de Bruno, considerado por muitos o melhor jogador de vôlei de praia do mundo na atualidade.

No fim, com muita garra, os brasileiros acabaram se impondo e fechando o jogo com autoridade, para depois, aos prantos, caírem nos braços da galera e subirem ao lugar mais alto do pódio.

Filho da terra – Conforme a Folha noticiou com exclusividade na edição impressa desta quinta (18), Bruno Schmidt nasceu em Brasília há 29 anos, mas se mudou para Cabo Frio com 20 dias de vida e viveu na cidade até a adolescência, para depois ganhar o mundo (leia aqui)

Os primeiros passos no esporte foram dados nas areias da Praia do Forte, ao lado do pai Felipe, que é irmão do eterno ídolo do basquete Oscar 'Mão Santa' e do jornalista esportivo da TV Globo Tadeu Schmidt. O primeiro técnico de Bruno, Ricardo 'Candango', tem uma escolinha de vôlei na praça de São Cristóvão.

O Instituto Santa Rosa, colégio onde o agora campeão olímpico estudou, parabenizou o ex-aluno na sua página do Facebook, com uma imagem que funde uma foto de Bruno quando era criança com um registro atual (veja abaixo).