Assine Já
quinta, 16 de julho de 2020
Região dos Lagos
22ºmax
13ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 3553 Óbitos: 207
Confirmados Óbitos
Araruama 671 42
Armação dos Búzios 288 8
Arraial do Cabo 88 11
Cabo Frio 1067 66
Iguaba Grande 257 20
São Pedro da Aldeia 565 21
Saquarema 617 39
Últimas notícias sobre a COVID-19
Cabofriense

Cabofriense bate o Tigres e está viva no Carioca

Marquinhos do Sul fez os gols da vitória em Macaé

28 fevereiro 2016 - 09h00Por Foto: Andreia Maciel
Cabofriense bate o Tigres e está viva no Carioca

Marquinhos do Sul (D) foi o herói tricolor no Moacyrzão I Foto: Andreia Maciel (divulgação ACD)

Depois de uma sequência de três derrotas consecutivas, a Cabofriense bateu na tarde deste sábado (27) o Tigres do Brasil por 2 a 0, no estádio Moacyrzão, em Macaé, e manteve as chances de classificação para a próxima fase do Campeonato Carioca. O atacante Marquinhos do Sul foi o destaque tricolor ao marcar duas vezes, ambas no segundo tempo. Depois de um primeiro tempo de poucas emoções, na etapa final o Tricolor Praiano impôs sua superioridade e construiu o placar com naturalidade; aos 16 minutos, após Marquinhos do Sul escorar cobrança de falta de Leandro e aos 38, em bomba de fora da área.

Com o resultado, o time do técnico Eduardo Hungaro chegou aos sete pontos no grupo A, onde agora ocupa momentaneamente a quinta posição entre oito times (os quatro primeiros passam de fase). Para seguir sonhando com o octogonal que vale pela Taça Guanabara, o time da Região dos Lagos precisa vencer o Volta Redonda, na próxima rodada e torcer por tropeços de Fluminense, Portuguesa e Resende nos seus últimos jogos.

Neste domingo, a Lusa pega o América, na Ilha do Governador, às 16h; o Resende vai ao Raulino de Oliveira encarar o Flamengo, às 17h, enquanto o Tricolor das Laranjeiras sobe a Serra apenas na quarta-feira (2), para medir forças com o Friburguense.

FICHA TÉCNICA

CABOFRIENSE 2 X 0 TIGRES DO BRASIL

Estádio Claudio Moacyr de Azevedo (Macaé-RJ)

Cabofriense: Andrey; Julio Lopes (Fabinho Capixaba), Juliano, Rafael Sales e Leandro; Gilson, Pedro, Maicon Souza (Cubango) e Carlinhos; Marquinhos do Sul e Charles Chad (Jardel). Técnico: Eduardo Hungaro.

Tigres do Brasil: Renan; Sérgio Raphael, Thiago Medeiros e Rodrigo Sam; Alex (Lucas Willian), Gabriel (Kelvy), Ayrton (Diogo Sodré), Giovanni e Lucão; Weverton e Fabiano Oliveira. Técnico: Marcelo Cabo.

Árbitro: Paulo Renato Moreira da Silva Coelho, auxiliado por Carine Belmont Nascimento de Moraes e Fabiana Nobrega Pitta

Cartões amarelos: Julio Lopes, Juliano, Rafael Sales e Fabinho Capixaba (CAB); Thiago Medeiros (TIG)

Gols: Marquinhos do Sul, aos 16 e aos 38 minutos do segundo tempo.

Público: 381 pagantes (489 presentes)

Renda: R$ 5.740,00