Assine Já
quinta, 09 de julho de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
TEMPO REAL Suspeitos: 301 Confirmados: 3282 Óbitos: 191
Suspeitos: 301 Confirmados: 3282 Óbitos: 191
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 270 654 41
Armação dos Búzios X 266 7
Arraial do Cabo 9 83 11
Cabo Frio X 1016 62
Iguaba Grande 13 218 20
São Pedro da Aldeia 2 517 19
Saquarema 7 528 31
Últimas notícias sobre a COVID-19
surfe

Búzios ganha programa para estimular esportes sobre as ondas

FlexReef terá a primeira instalação na Praia de Tucuns para alegria dos surfistas do balneário

25 agosto 2016 - 09h56
Búzios ganha programa para estimular esportes sobre as ondas

O surfe mal virou modalidade olímpica e Búzios já arruma formas de ajudar na profissionalização dos seus atletas. A cidade está prestes a ganhar o projeto FlexReef.  A pista de surfe uniformiza a quebra das ondas para facilitar a prática em elevado nível técnico dos esportes como surfe, kitesurfe, windsurfe e stand-up surfe. O autor do projeto, o surfista e arquiteto Mauro Cid, decidiu lançar uma campanha de financiamento coletivo para começar pela Praia de Tucuns.

Quem quiser contribuir para o projeto poderá acessar a página da campanha até o fim deste mês. O link é www.kickante.com.br/flexreef.

O dispositivo terá seu volume formado por diversos colchões preenchidos com a própria água. Estes colchões serão amarrados e interligados por um conjunto de cabos náuticos que por sua vez serão ancorados no leito arenoso submerso por estacas metálicas. O material não causa  nenhum impacto ambiental.

O FlexReef será instalado numa área onde não há qualquer vegetação. O material pode ser retirado e transportado, o que facilita para qualquer contenção de impactos ambientais.

O projeto foi aprovado e selecionado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) no Edital de Incentivo aos Esportes em agosto de 2014. Há autorização para instalar a primeira pista – a permissão, no entanto, é temporária e dura até o fim do ano. Quando o prazo acabar, os organizadores deverão pedir a renovação.

Uma das motivações é atrair grande público e trazer benefícios, como  incentivo ao turismo, inclusão social, incentivo aos esportes sobre ondas, divulgação da cidade, proteção costeira e mais segurança ao banhista.

– Acho que, principalmente nos momentos de crise, devemos ser criativos para gerar emprego e renda para todos. Este é um projeto que poderá contribuir, com sustentabilidade, para o desenvolvimento de toda a comunidade buziana e também em outras cidades litorâneas do Brasil – opina Mauro Cid.

A ação também libera a pista para escolinhas de surf. A ideia é buscar patrocinadores para permitir o acesso a todos, realização de eventos e campeonatos nas melhores condições.

Quem também apoia o projeto é o campeão mundial de ondas gigantes, Carlos Burle.

– A iniciativa do Flexreef é muito importante para evolução do surf nacional. Com ela, nós teremos acesso a ondas de qualidade, onde o surfista, profissional ou amador brasileiro, poderá evoluir sua técnica sem precisar viajar – finaliza um dos maiores nomes da modalidade no país.