segunda, 04 de março de 2024
segunda, 04 de março de 2024
Cabo Frio
23°C
Park Lagos mobile
Cultura

Som do Mar abre inscrições para Festival de Música em Cabo Frio

Artistas independentes de todo o país podem participar com músicas autorais

16 março 2019 - 00h03
Som do Mar abre inscrições para Festival de Música em Cabo Frio

RODRIGO BRANCO

Aberta há cerca de quatro meses, a Casa de Cultura Som do Mar rapidamente tornouse um dos espaços culturais mais efervescentes de Cabo Frio. O palco onde já se apresentaram mais de 70 artistas de diversos gêneros musicais agora vai receber músicos de todo o Brasil para a primeira edição do Festival de Música Independente Autoral (Femia), cujas inscrições começaram ontem e vão até 19 de abril.

O festival acontecerá entre 23 e 25 de maio, com o apoio da Folha dos Lagos. As inscrições podem ser feitas na Casa de Cultura Som do Mar (Rua Manoel de Antonio Ribeiro, 30, Passagem, Cabo Frio, ou pelo e-mail [email protected]. Será cobrado o valor de R$ 20 por música inscrita, ou R$ 30, caso o participante inscreva duas músicas e R$ 40, se forem três as músicas inscritas.

Como o próprio nome do evento diz, as composições devem ser do próprio artista, que não deve ter vínculo com nenhum selo fonográfico. Pelo regulamento, as apresentações devem contar apenas com voz e um instrumento. O mesmo artista pode tocar e cantar ou apresentar-se em dupla.

De acordo com o responsável pelo Som do Mar e organizador do festival, Azul Casu, o evento tem por objetivo manter o espaço aberto para a “música brasileira de qualidade” e também quebrar um jejum de uma década.

– Cabo Frio é um celeiro de músicos, mas há uma lacuna de dez anos em festivais. O último foi o ‘Cabo Frio Compõe’, em 2009 – relembra o músico, que também pé oriundo de competições do gênero.

De acordo com as regras do festival, a relação dos participantes e respectivas obras musicais selecionadas será divulgada em 29 de abril nas redes sociais do Som do Mar (Instagram e Facebook).

Haverá premiação em dinheiro, além de um troféu, um vídeo da música produzido pela Brazuca Music, horas de ensaio gravado no Estúdio Clube da Música e uma sessão fotográfica feita pela Bunker Estúdio. O festival conta com patrocínio da Marbela.

Azul Casu diz que o festival obedece aos mesmos princípios de liberdade artística que o espaço cultural que administra.

– Quando surgiu o espaço Som do Mar, uma das ideias é para que o artista não ter que tocar o que o dono do estabelecimento quisesse que ele tocasse. Convivi muitos anos e ainda convivo com isso, pois toco em outros lugares, que não dão a liberdade. O espaço é aberto para as pessoas se apresentarem de acordo com a sua arte e isso tem dado muito certo – avalia o artista.

 

Foto: RC24h