Assine Já
segunda, 25 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
30ºmax
21ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 21896 Óbitos: 720
Confirmados Óbitos
Araruama 5363 160
Armação dos Búzios 2875 30
Arraial do Cabo 651 33
Cabo Frio 5750 231
Iguaba Grande 1988 50
São Pedro da Aldeia 3048 106
Saquarema 2221 110
Últimas notícias sobre a COVID-19
RESISTÊNCIA

Santo Samba faz edição especial de aniversário neste sábado (16)

Evento comemora 7 anos cheio de convidados no Costa Azul Iate Clube, a partir das 16h

16 novembro 2019 - 07h13Por Rodrigo Branco

Para os místicos, o número sete é carregado de significados, como a intuição e a perfeição. No jogo do bicho, por exemplo, o algarismo está dentro do grupo da águia, símbolo da Portela, uma das escolas de samba mais tradicionais do país e marco da cultura nacional. É também o número de anos que o Santa Samba vai celebrar neste sábado (16), a partir das 16h, no Costa Azul Iate Clube, na Gamboa, em Cabo Frio.

Como não poderia deixar de ser, em uma ocasião tão especial, a edição comemorativa do evento, batizada de 'O Samba mandou te chamar', vai ter tudo o que tem direito, inclusive uma série de convidados, alguns deles velhos conhecidos da tradicional roda de samba de Cabo Frio que, desta vez, terá seis horas de duração. Entre as atrações chamadas pela produtora Luciana Branco estão as cantoras Iracema Monteiro, Dayse do Banjo e Roberta Espinosa, além do músico e cantor Max Prates.

 Espécie de mestra de cerimônias em diversas edições, Roberta já perdeu as contas de quantas vezes já participou do Santo Samba, mas ainda assim, a ansiedade e a satisfação são as mesmas da primeira vez. Em ascensão dentro do cenário da Música Popular Brasileira, a artista carioca vai trazer novamente para a Região dos Lagos seu trabalho, que mistura influências do samba de raiz com o pagode de acento pop e radiofônico, de nomes como Ferrugem e do padrinho artísitico Mumuzinho. 

– Pra mim é uma honra estar novamente no Santo Samba, que é a própria resistência cultural de Cabo Frio. Um trabalho lindo da produtora Luciana Branco, que faz essa conexão lindados artistas de Cabo Frio aos artistas das outras cidades do estado do Rio de Janeiro. Comemoramos agora um ano místico, com o número sete. Além, de ser um samba feito por uma mulher – observa a cantora.

Instrumentista muito requisitada, Dayse do Banjo faz coro com Roberta sobre a questão do empoderamento feminino, dentro de um universo ainda majoritariamente masculino. Musicalmente falando, Dayse promete apresentar os clássicos daqueles que todo mundo canta junto, como os da 'Madrinha do Samba' Beth Carvalho, falecida recentemente, e de Almir Guineto, padrinho musical e considerado o introdutor do instrumento que ela carrega no nome dentro do contexto do samba e do pagode do Rio de Janeiro.

– Estou muito feliz em participar dessa roda, que é uma resistência também. Também fico feliz da roda estar recebendo mulheres, que é uma luta antiga, mas que a gente está conseguindo abrir mais espaço para nós. Já conhecia o Santo Samba de nome, aqui no Rio. Sei da importância que tem na região – afirma.

Completando o power trio feminino, Iracema Monteiro não esconde a alegria de ter sido convidada para a festa. Na verdade, a vinda ao Santo Samba é um retorno ao evento, onde já se apresentou duas vezes e á região, uma vez que cantou durante cinco anos no Centro Cultural Lagos. No repertório, parcerias como 'Quem dera coração', de Vanderlei Monteiro e 'Água de chuva no mar', além de pérolas do cancioneiro de gente do quilate de Nelson Cavaquinho, Wilson Moreira, Paulo César Pinheiro, Ratinho, Delcio Carvalho e Zeca Pagodinho.

– A sensação é de muita alegria, felicidade demais. É mais uma luta, mais um local e uma pessoa nessa resistência pelo samba. São sete anos, é muita coisa. Está dando certo, tanto é que continua. É uma alegria sair daqui para o Rio para  Região dos Lagos para comemorar o Santo Samba. Vou curtir muito e estar aí junto com a Luciana, e todas a spessoas que fazem parte deste evento. Me sinto muito honrada de  ter sido convidada para esse evento. Agradeço muito à Luciana Branco – diz.

É com esse carinho e respeito que o evento pretende seguir em frente, de sete em sete, 'pisando devagarinho' como aludem os versos de 'Alguém me Avisou', canção imortalizada na voz de Dona Ivone Lara, de quem foi emprestada e adaptada a frase que batiza a roda de samba de aniversário. 

Serviço: O Santo Samba mandou te chamar. Os portões do clube para o evento vão estar abertos a partir das 15h. Os ingressos antecipados são vendidos a R$ 20, no restaurante Parada Obrigatória e na Casa do Ouro. O Costa Azul Iate Clube fica na Rua José Rodrigues Póvoas, 2, Gamboa, Cabo Frio.

 

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.