Assine Já
quarta, 27 de outubro de 2021
Região dos Lagos
24ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52450 Óbitos: 2151
Confirmados Óbitos
Araruama 12382 441
Armação dos Búzios 6530 73
Arraial do Cabo 1736 93
Cabo Frio 14792 880
Iguaba Grande 5486 140
São Pedro da Aldeia 6993 289
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
PRO DIA NASCER FELIZ

Projeto leva literatura, poesia e mensagens de otimismo aos moradores de Tamoios

Objetivo, segundo idealizadora, é levar alegria e paz para os corações das pessoas

29 setembro 2021 - 18h00Por Cristiane Zotich

Qual seria sua reação se, ao andar pelas ruas da cidade, fosse abordado por uma pessoa entregando um bilhete com poesias, palavras de incentivo, de amor, de felicidade? É exatamente isso que Ana Carolina Moreira faz em Tamoios, distrito de Cabo Frio. Recém formada em pedagogia, ela batizou a ação de Projeto Entrega, cuja ideia surgiu em 2014, quando ainda estudava e gostava de escrever. “Sempre via pessoas ‘tristes’ na escola, ou nas ruas, e pensei que poderia usar minhas palavras para tentar ajudá-las, e aí fazia bilhetes e entregava para elas”, contou, lembrando que a entrega dos bilhetes com poesias e mensagens positivas são feitas tanto em dias comuns, quanto em datas especiais, e que às vezes as mensagens vão acompanhadas de bombons. 

– Eu vejo o calendário do mês e escolho os dias para distribuir. Para dias comuns, costumo escrever mensagens positivas, e para datas especiais, como Natal, Dia Internacional da Mulher, Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, Dia do Motoboy e Dia do Motorista, entre outros, investo em poemas voltados para o tema. No dia do motoboy e do motorista, por exemplo, meu objetivo é valorizar esses trabalhadores que às vezes se tornam invisíveis  – explicou.

O objetivo, segundo ela, é levar alegria e paz para os corações das pessoas. E nessa missão, as reações são vão de um simples sorriso até as lágrimas. “As reações são o meu combustível para continuar vivendo e acreditando no amor e no bem. Os sorrisos são imediatos. Mas tem muita gente que começa a desabafar, outras choram, outras me abraçavam (antes da pandemia), agradecem muito e pedem para eu continuar fazendo isso”, contou.

Mas essa não é a única missão de Ana Carolina em Tamoios. Junto com a professora Cristiane Nunes, ela criou um projeto de leitura comunitária, o “Livrolândia de Tamoios”, uma caixinha confeccionada artesanalmente onde livros de diversos temas ficam expostos, e quem quiser pode pegar para ler ou fazer doações. O projeto existe desde outubro de 2019, e conta com apoio somente da comunidade.

– Hoje temos dois pontos de leitura em Tamoios: um fica em frente ao Ginásio Poliesportivo, e o outro na praça de Unamar. Em ambos os lugares as pessoas podem abrir a caixinha, olhar os livros disponíveis, escolher o que lhe interessar, e ler ali mesmo, no momento, ou em casa. A ideia é que ocorra a devolução, para que outras pessoas também possam ler – explicou Ana. Ela lembra que quem quiser doar livros para o projeto basta levar até um desses dois pontos, ou entrar em contato pelo Whatsapp (22) 99886-5474 que a própria Ana, ou a Cristiane, buscam o material.

Mas, de onde saiu a ideia? Ana conta que tudo começou quando ela e Cristiane viram uma casinha de livros numa cidade vizinha, se inspiraram e pensaram: “por que não fazer em nosso distrito também?" Desde então toda a comunidade vem sendo beneficiada, reforçando o tema do projeto, "Leitura e cultura pra toda gente”.

– Qualquer pessoa, de qualquer idade, pode ter acesso à Livrolândia. Nosso objetivo é que nosso distrito seja mais atrativo principalmente para os jovens, pois acreditamos no poder da educação e da leitura. De alguma forma, esses livros podem ajudar na formação crítica e cidadã das pessoas – explicou a pedagoga.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.