Assine Já
segunda, 21 de setembro de 2020
Região dos Lagos
22ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7728 Óbitos: 407
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 468 10
Arraial do Cabo 215 13
Cabo Frio 2528 136
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1213 50
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
programa

Programa do Amaury leva dezenas de alunos à Bienal

Muitos dos estudantes da Rede Pública visitaram a feira pela primeira vez

07 setembro 2017 - 12h55
Programa do Amaury leva dezenas de alunos à Bienal

Cerca de 70 estudantes da rede pública de ensino de diversas cidades da região visitaram ontem a Bienal do Livro, no RioCentro. O presente foi do radialista Amaury Valério (Ondas FM), que há 15 anos leva os estudantes.

Na 18ª edição, a Bienal segue até o próximo dia 10 e a expectativa é de atrair 600 mil pessoas nos dias de evento.

A ansiedade de se aventurar pelo mundo da literatura estava estampada nos rostos desde a concentração em frente à Radio Ondas, na manhã de terça-feira. No rosto do jovem João Pedro Mota, 10 anos, inquietação até o desembarque.

– Estou muito ansioso. É a minha primeira ida. Quem não estaria? Gosto de ler histórias de aventura e ação. Considero um presente de aniversário – disse o aluno do quinto ano da Escola Municipal Izabel Machado, em Cabo Frio, durante a partida.

E ao chegar nos pavilhões lotados de livros do Rio Centro, os jovens se encantaram com a quantidade. Brunna Buzzato, de 11 anos, foi uma delas. Aluna do quinto ano da Escola Emanoel Moraes, de São Pedro da Aldeia, ela disse que só não comprou mais porque o dinheiro acabou.

– Também comprei alguns para os meus irmãos. Livros de colorir e livro de fazer anime. Não comprei mais só porque acabou o dinheiro. Meus irmãos também gostam muito de ler Ganhei esse hábito com minha irmã – conta Brunna.

 Já a estudante Juliana do Carmo, 18, completou a trilogia da autora Isabella Freitas, na segunda ida.

– Não é a primeira vez que vou à Bienal. Mesmo assim, estou bem animada. Comprei um romance da Isabella Freitas. Ela fez três livros e na outra Bienal comprei dois. Na primeira vez que fui, também tirei foto com a Thalita Rebouças – afirma.

A aluna Rafaela Brasil, 10, da Escola São Cristóvão, estava feliz, mas lamentava não ter comprado um livro.

– Demorei um ano pra procurar um livro grosso da Barbie com atividades. Fiquei em dúvida se comprava ou não. Deixei para depois e não achei mais. Então, fiquei com esse aqui da Barbie com óculos 3D mesmo. Mas a viagem foi muito boa. A melhor parte foi quando passei pelos livros do Felipe Neto e da Larissa Manoela. São pessoas que vejo no YouTube e agora vi na Bienal – conta, bem alegre.

A produtora do Programa do Amaury, Michele Canciler, carregou o irmão com ela. E não se arrependeu nem um pouquinho.

– Tive a companhia do meu irmão João Victor de 10 anos. Ele não queria ir embora (risos)! Sentia prazer em enfrentar as filas para fotos em cenários produzidos e até dublou um filme do lego em um dos estandes. Feliz demais com a experiência. Estou exausta, mas ansiosa pela próxima edição – finaliza.

O radialista Amaury Valério era só alegria:

– Ver a alegria, o êxtase das crianças encontrando os pais e cheios de novidades, isso é demais. Não tenho palavras para definir, só sentimentos.