Assine Já
quarta, 30 de setembro de 2020
Região dos Lagos
28ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8402 Óbitos: 437
Confirmados Óbitos
Araruama 1657 103
Armação dos Búzios 500 10
Arraial do Cabo 252 15
Cabo Frio 2765 149
Iguaba Grande 695 37
São Pedro da Aldeia 1353 54
Saquarema 1180 69
Últimas notícias sobre a COVID-19
paulo cotias

Professor Paulo Cotias faz palestra e noite de autógrafos no auditório da Folha

"Entre o fato e a ficção: corrupção e democracia no Brasil" inspiram autor de Salinas e Boulevard

27 março 2017 - 12h47
Professor Paulo Cotias faz palestra e noite de autógrafos no auditório da Folha

Um encontro para se discutir política, democracia e corrupção. Assim será a palestra ministrada pelo professor Paulo Cotias, coordenador do curso de História de Estácio de Sá, na próxima quinta-feira (30), na sede da Folha dos Lagos (Rua Francisco Mendes 226, loja 6, Centro, Cabo Frio), com o seguinte tema: 'Entre o fato e a ficção: corrupção e democracia no Brasil'. Também haverá noite de autógrafos de Salinas (Sophia Editora, 207 páginas, R$ 35), romance recém-lançado por Cotias, que traz os bastidores políticos de Campo Belo, uma cidade imersa em todo tipo de falcatruas.

O objetivo, segundo o autor, é mostrar ao leitor em que pontos a ficção e a realidade se encontram.

- Em que pontos as narrativas relacionadas ao mundo da ficção e realidade se encontram, se cruzam, até onde um e outro conseguem encontrar uma convergência? Claro que nenhuma narrativa de ficção é totalmente desvinculada da base da realidade. Portanto, vamos mostrar nesta palestra o que inspira na verdade escrever Salinas. E, a partir desta perspectiva, discutir os conceitos de democracia  contemporânea, discutir como a corrupção se apresenta e tentar apontar de que maneira a literatura pode contribuir na formação da conscientização a respeito destes problemas - afirma.

Para ele, a discussão é fundamental para a construção de cenários que mostrem saídas para momentos delicados como o que o país passa.

- Só o tempo e o terceiro volume dirá quando vamos sair dessa. Mas, enquanto isso, vamos debatendo e pensando juntos - finalizou Paulo Cotias.