Assine Já
segunda, 23 de novembro de 2020
Região dos Lagos
23ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 11377 Óbitos: 530
Confirmados Óbitos
Araruama 2262 116
Armação dos Búzios 1000 16
Arraial do Cabo 364 16
Cabo Frio 3609 179
Iguaba Grande 1034 39
São Pedro da Aldeia 1693 75
Saquarema 1415 89
Últimas notícias sobre a COVID-19
oficena

Oficena faz leitura dramatizada em Cabo Frio

Curso faz apresentações hoje e amanhã pelas ruas da cidade

17 junho 2017 - 13h20
Oficena faz leitura dramatizada em Cabo Frio

É ao som de uma das mais icônicas músicas de Chico Buarque e Francis Hime que o grupo Oficena promove hoje e amanhã a quarta edição das leituras dramatizadas de textos dos alunos dos cursos livres de teatro. O clássico samba-enredo ‘Vai Passar’ será uma das trilhas sonoras do cortejo artístico (serão canta- das ainda músicas do curso) que irá atravessar ruas e avenidas de Cabo Frio, a partir das 18 horas.

O ponto de partida do ‘bloco carnavalesco’ fora de época é o Teatro Municipal Inah de Aze- vedo Mureb. O trajeto segue pela Ruas Aníbal Amador do Vale e João Pessoa até chegar à Avenida Teixeira e Souza. O destino é o Espaço Charitas. Segundo o diretor do Teatro Municipal, Ítalo Moreira, a movimentação remonta ao ‘ditirambo’, espécie de louvor exagerado do teatro clássico grego. O ator e professor explica como acontece o processo.

– Essa leitura dramatizada faz parte de um projeto pedagógico do curso. Num primeiro momento, eles se encontram no Nundra (Núcleo de Dramaturgia), trabalha umas das partes mais importantes o teatro, que é o pensamento. Você provoca os alunos para que eles comecem a escrever e depois vem o resultado – explica Ítalo.

Em quase 20 anos de curso, já foram escritas 250 peças pelos próprios alunos. Além de os estudantes lerem publicamente suas obras, eles têm a oportunidade de se aprofundar no conhecimento de dramaturgos consagrados e desconhecidos. As aulas do Oficena contam com cerca de 100 alunos e acontecem todas as segundas e terças, das 14h às 22h, no Teatro Municipal. As turmas são divididas por faixa etária. Os interessados podem fazer uma pré-matrícula e aguardar em uma lista de espera.

* Confira matéria completa na edição deste fim de semana da Folha dos Lagos.