Assine Já
domingo, 20 de setembro de 2020
Região dos Lagos
22ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7728 Óbitos: 407
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 468 10
Arraial do Cabo 215 13
Cabo Frio 2528 136
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1213 50
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
mulheres

Mulheres comandam aniversário de cinco anos do Santo Samba

Evento acontecerá na tarde desta sexta-feira (4) no Bosque Clube, em Cabo Frio

31 outubro 2017 - 10h49
Mulheres comandam aniversário de cinco anos do Santo Samba

No aniversário de cinco anos do Santo Samba, elas que dão o tom. A curadoria escolheu cinco cantoras para alegrar o evento, que acontece no Bosque Clube, na Avenida Wilson Mendes, no Jacaré, em Cabo Frio, neste sábado, às 17h. São elas: Liz Rosa, Angélica de Paula, Roberta Espinosa e Leny. Os ingressos já estão disponíveis e podem ser comprados no próprio Bosque Clube e no DonBigodon, no centro de Cabo Frio.

A cantora Roberta Espinosa aproveita o show para homenagear as grandes divas do gênero musical. 

– Vai ter muito samba, basicamente. O repertório será com as divas do samba. Terá Beth Carvalho, Jovelina Pérola Negra, Clara Nunes, Leci Brandão, Alcione e Elza Soares. Quero fazer nesse show um empoderamento feminino. Quero cantar músicas eternizadas pelas mulheres. Na verdade, é um ótimo momento sempre para as mulheres estarem se mantendo em foco. Não só no samba, mas em todos lugares – afirma.

A intérprete Angélica de Paula mostrará repertório com dois dos nosso maiores sambistas.

– No repertório, interpretarei vários dos nossos grandes compositores, como Cartola, Nelson Cavaquinho, dentre tantos outros. Sempre gostei de valorizar nossas raízes – comenta.

De acordo com a idealizadora e organizadora do evento, Luciana Branco, uma das artistas veio do exterior para cantar no Santo Samba.

– A Liz Rosa, por exemplo, está vindo de Nova Iorque (EUA). Ela é uma grande cantora de Jazz e Blues. Mas também entra muito na onda do samba do João Bosco, do Aldir Blanc, do Chico Buarque... Então, ela arrebenta – comenta.