Assine Já
quinta, 21 de outubro de 2021
Região dos Lagos
20ºmax
15ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52262 Óbitos: 2141
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6516 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14721 876
Iguaba Grande 5469 140
São Pedro da Aldeia 6984 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
VOZ SE CALA

Morre, aos 88 anos, a cantora cabo-friense Cláudia Moreno

Artista teve presença marcante no rádio, cinema e na televisão por décadas

16 setembro 2021 - 13h30Por Redação

Morreu nesta terça-feira (14), aos 88 anos, a cantora Cláudia Moreno. Nascida em Cabo Frio, Cláudia morava em Campinas, no interior de São Paulo. A morte da artista, cuja causa não foi revelada, foi informada por seu marido nas redes sociais.

Cláudia Moreno, que também grafava o sobrenome como Morena, foi uma das grandes estrelas na chamada era de ouro do rádio, na década de 1950. Ela estrelou shows em boates e casas noturnas e fez espetáculos no teatro de revista de Carlos Machado. Foi contratada da TV Tupi do Rio entre 1951 e 1961.

No cinema, atuou no cultuado filme Rio, 40 Graus, de Nelson Pereira dos Santos, onde, interpretando o samba “A Voz do Morro”, lançou nada mais nada menos que o compositor Zé Kéti.

Cláudia também foi uma das primeiras cantoras a levar a bossa nova para o exterior, durante uma excursão de cerca de um ano pela Venezuela e o Caribe, em 1952. A intéprete gravou composições da lavra de artistas como Tom Jobim, Vinícius de Morais, Ary Barroso, Mário Lago e Toquinho.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.