Assine Já
sábado, 25 de setembro de 2021
Região dos Lagos
23ºmax
17ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 51256 Óbitos: 2089
Confirmados Óbitos
Araruama 12211 437
Armação dos Búzios 6305 64
Arraial do Cabo 1689 90
Cabo Frio 14244 839
Iguaba Grande 5384 138
São Pedro da Aldeia 6892 286
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
LITERATURA

Hoje é Dia: Jorge Amado trabalhou pelo Dia do Escritor; saiba mais

Neste domingo também se celebra o Dia da Mulher Negra

25 julho 2021 - 12h54Por Por Luiz Claudio Ferreira - Repórter da Agência Brasil
Hoje é Dia: Jorge Amado trabalhou pelo Dia do Escritor; saiba mais

O célebre autor baiano Jorge Amado (1912-2001), já havia, em 1960, escrito 11 (dos seus 16) romances. Ele era, na ocasião, vice-presidente da União Brasileira dos Escritores (UBE) e teve, juntamente com o presidente da entidade e imortal da ABL, João Pelegrino Junior (1898-1983), a iniciativa de realizar o 1º Festival do Escritor Brasileiro. Além do evento, um decreto governamental instituiu a data do Dia Nacional do Escritor.

Era uma forma de garantir maior visibilidade ao profissional. Sessenta e um ano depois, promover a literatura ainda é desafio no Brasil. No acervo dos veículos da Empresa Brasil de Comunicação, a memória da vida e obra de Jorge Amado, que atuou por essa data, é vasta em diferentes programas de TV, de rádio e também em publicações escritas de internet.

Para visitar o passado de um dos principais escritores brasileiros, o programa Recordar é TV traz imagens feitas de Advogado do Diabo (1986), da antiga TVE do Rio, apresentado por Osvaldo Sargentelli.

Na entrevista, Jorge Amado brinca que escreve o mesmo romance há 50 anos, em vista das recorrências das temáticas, como o povo baiano; a relação com o candomblé, o "coronelismo" e a diversidade cultural brasileira. Além disso, ele trata do período em que foi deputado federal, o amor pela esposa Zélia Gattai e as inspirações para escrever. A própria Zélia, Fernando Sabino, José Cândido e Alfredo Machado aparecem como entrevistadores.

Em 2012, aliás, a TV Brasil fez uma série de especiais para celebrar o centenário do autor (como esta edição do programa Paratodos). Um deles foi o Ver TV, em que especialistas na obra de Jorge Amado detalham o legado do escritor para a literatura brasileira e para toda a representação da cultura nacional.

Obras de Jorge Amado ficaram conhecidas também pelas adaptações para cinema e TV. Gabriela, Cravo e CanelaCapitães de AreiaDona Flor e Seus Dois Maridos, e Tieta do Agreste estão entre os exemplos. No caso de Tieta (que ficou conhecido também em telonas e telinhas), o livro começou a ser escrito em Salvador e foi concluído em Londres. Com 600 páginas, é um das histórias mais longas do autor e traz o complexo panorama social e cultural brasileiro. No programa História Hoje, da Rádio Nacional, mais detalhes sobre a obra.

Mulheres negras

Este domingo (25) também é Dia da Mulher Negra Latino-americana e Caribenha, e chama à reflexão para os direitos desse grupo. A data foi criada e divulgada internacionalmente em 1992, em Santo Domingo, na República Dominicana. Cerca de 200 milhões de pessoas que se identificam como afrodescendentes vivem na América Latina e no Caribe. Em 2014, no Brasil, foi instituído o Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra.

O tema foi trazido em diferentes publicações da EBC. As publicações enfatizam também a história de Tereza de Benguela, que foi líder quilombola que viveu durante o século 18, nos arredores de Vila Bela da Santíssima Trindade, no Mato Grosso. Quando o marido morreu, ela virou líder da comunidade. 

Agência Brasil e o Programa Viva Maria, da Rádio Nacional, por exemplo, em 2018, destacaram a necessidade de lutar contra o racismo e as violências que afetam mulheres negras.

Avós e agricultores

Ainda nesta semana, duas datas devem gerar homenagens especiais. O Dia dos Avós (26, segunda-feira) ganha significado especial neste período de pandemia, em que os idosos tiveram que ficar mais recolhidos em vista dos riscos da contaminação da covid-19. No ano passado, a Agência Brasil destacou o tema e as representações de idosos em diferentes culturas. 

No dia 28 (quarta), é dia do agricultor. A profissão tem elevada atenção em diferentes programas da EBC. Entre os programas, o Brasil Rural, da Rádio Nacional, que diariamente trata de temas relacionados a quem produz no campo. Na página do programa, você pode ouvir entrevistas e matérias sobre o campo. Outra atração que foca nas questões do campo e do agronegócio é o Agro Nacional, que vai ao ar às segundas, quartas e sextas-feiras, às 6h30, na TV Brasil. Para assistir os episódios, navegue pela página do programa

E na primeira semana da Olimpíada de Tóquio (siga a cobertura da Agência Brasil aqui), alguns feitos que entraram para a história dos Jogos Olímpicos fazem aniversário. É o caso da dobradinha verde e amarela no vôlei de praia durante os Jogos Olímpicos de Atlanta, que completa 25 anos: as duplas Jacqueline e Sandra e Adriana e Mônica, tornam-se as primeiras atletas brasileiras a ocuparem dois lugares no pódio - no caso, o primeiro e o segundo. No dia 27 de julho de 1976, João Carlos de Oliveira, o João do Pulo, recebeu a medalha de bronze no salto triplo nos Jogos de Montreal. Também nesta semana, o iatismo brasileiro relembra as conquistas de Torben Grael e Marcelo Ferreira (venceram a classe Star) e de Robert Scheidt (ouro na classe Laser) nos Jogos de Atlanta.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.