Assine Já
segunda, 21 de setembro de 2020
Região dos Lagos
22ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7728 Óbitos: 407
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 468 10
Arraial do Cabo 215 13
Cabo Frio 2528 136
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1213 50
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
secretaria de cultura de cabo frio

Cultura de Cabo Frio: sem verbas, mas com muitos projetos

Secretaria pretende revitalizar espaços culturais da cidade ainda em 2017

09 março 2017 - 08h55
Cultura de Cabo Frio: sem verbas, mas com muitos projetos

A Secretaria de Cultura de Cabo Frio está sem orçamento para 2017. A falta de verbas se dá porque o dinheiro para a pasta deveria vir do Fundo Municipal de Cultura que por sua vez receberia do excedente da verba dos Royalties – o que não existe mais. Mas para sobreviver sem verba, a equipe, capitaneada por Ricardo Chopinho, busca a parceria da iniciativa privada e o apoio dos próprios artistas da cidade. Não à toa foi com essa participação que a pasta realizou emjaneiro o ‘Cultura do Amanhã’.

– É um ano de se reinventar, buscar parcerias, com foco na legalização dos espaços culturais e a promoção do cadastro único dos artistas da cidade. Não é pela falta de dinheiro que vamos deixar de produzir. Nas apresentações do ‘Cultura do Amanhã’, por exemplo, tivemos mais ou menos 15 mil pessoas envolvidas – informou o secretário de Cultura Ricardo Chopinho, que aposta na descentralização do mandato à frente da pasta.

Equipamentos de Cultura

Os espaços culturais da cidade são coordenados pelo Supervisor de Cultura, Carlos Ernesto Lopes, o Carlão. Mas cada um deles tem um responsável e planos para revitalização em 2017.  

- Forte São Mateus (Evangelus Pagalidis) – O espaço foi pintado, já que estava tomado por pichações. A intenção é revitalizar o Forte para que ali seja uma área de reconstituição da história da cidade, com apresentações de artistas e exposições. Já na Semana Teixeira e Souza funcionará desta forma.

- Teatro Municipal Inah de Azevedo Mureb (Ítalo Moreira) – O espaço já foi limpo, a Cultura retirou o foco de moradores de rua que estava concentrado ali, mas o Teatro está fechado e sem previsão de reabertura. Uma equipe especializada está fazendo vistoria estrutural, já que houve denúncia de a mesma estava comprometida. “O espaço estava completamente destruído. Estamos fazendo orçamento de iluminação, o som foi doado pelo médico Carlos Victor e entendemos que o teatro deve ser entregue  na hora que estiver preparado para receber a todos” – informou Carlão.

- Solar dos Massa (Gladis Reveleau) – Vai abrigar obras raras, cerca de 300 livros em processo de tombamento, parte do acervo do Centro de Artes Visuais e o núcleo do Proedi.

- Fonte do Itajuru (Evangelus) – A Cultura firmou uma parceria com a Prolagos para revitalização do espaço e da nascente da Fonte. Segundo Carlão, o local também abrigará artistas para pintarem suas telas ao ar livre.

- Biblioteca Walter Nogueira, anexo São Cristóvão – (Anderson Macleives)- espaço a ser inaugurado em aproximadamente dois meses. Ficará na Avenida América Central – em frente ao Hotel Nevada.

- O Centro de Artes Visuais (CAV) – funcionará provisoriamente no Solar dos Massa. A secretaria de Cultura está negociando junto ao Governo do Estado o uso do Palácio das Águias, antigo Itaú, na Érico Coelho.

- Museu do Surf (no antigo Cav - gerência da Secretaria de Cultura) – Objetiva contar a história do Surf na cidade.

- Cháritas (Helena Guimarães) – Coração da cultura, centro de diversidade com artes plásticas, artesanato, fotografia, dança, teatro, carnaval, movimento negro, dentre outros. Na última sexta-feira, a Secretaria de Cultura está sediada no espaço.

- Morada do Samba – (Jorge Bongô e Rodrigo Patynho) - Interditada pelo Corpo de Bombeiros desde 2014, a nova equipe da Cultura está levantando todas as exigências para tomar providências para livrar a Morada da interdição.

- Espaço cultural (Reinaldo Caó)- O local vai passar por uma mini reforma, através da parceria com uma entidade, mas está funcionando. A intenção é realizar saraus de poesia, aulas de artes plásticas com artistas locais e valorizar a ‘prata da casa’.

- Núcleo do 2° Distrito e Núcleo do Jardim Esperança – Parceria com a Secretaria de Promoção Social  para fomentar todos os segmentos artísticos da área central para estas localidades.

-Acredito que tudo o que construímos ao longo dos anos com a Secretaria de Cultura nós devemos avançar, sempre olhando no retrovisor como base e referência do melhor que construímos. Cultura também é nossa praia” – afirmou o supervisor Cultural Carlos Ernesto Lopes. 

 

A sub-coordenadoria de Cultura, a cargo de João Félix, está com a responsabilidade de gerir o Proedi, a Assessoria Jurídica (inédita na pasta), a Superintendência de Igualdade Racial, o Recursos Humanos e o setor de Projetos. Cada qual com um responsável e atribuições.

 

- O principal objetivo da minha área é oficializar os setores da Cultura – informa João Félix.

 

Semana Teixeira e Souza

A 27ª Semana Teixeira e Souza, que homenageia o cabofriense primeiro romancista brasileiro, vai acontecer entre os dias 21 e 28 de março em diversos locais da cidade. Para que o evento aconteça, a Cultura está reunindo parceiros do setor privado.

- A Associação de Hotéis,entra com hospedagem. O Iate Clube Brasileiro, que tem sub-sede aqui, também vai ajudar e por aí vai. É uma Lei Municipal, temos obrigação de fazer. No ano passado não fizeram, contrariaram a lei. Mas vamos fazer com a parceria público-privada – explicou o secretário.

*Foto: Evangelos Pagalidis