Assine Já
quarta, 27 de outubro de 2021
Região dos Lagos
24ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52450 Óbitos: 2151
Confirmados Óbitos
Araruama 12382 441
Armação dos Búzios 6530 73
Arraial do Cabo 1736 93
Cabo Frio 14792 880
Iguaba Grande 5486 140
São Pedro da Aldeia 6993 289
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
Griot

Coletivo Griot recebe a cantora e bailarina Lazir Sinval, do Jongo da Serrinha

Segunda edição do “Mulheres do Jongo Griot: Bebendo da Fonte" acontece nesta sexta, em Cabo Frio

03 outubro 2019 - 14h20Por Redação I Foto: Reprodução
Coletivo Griot recebe a cantora e bailarina Lazir Sinval, do Jongo da Serrinha

O Coletivo Griot Pesquisa, Difusão e Memória em Tradições Afro recebe em Cabo Frio, nesta sexta-feira (4), a cantora, compositora e bailarina Lazir Sinval, do Jongo da Serrinha, do G.R.E.S. Império Serrano e do grupo Razões Africanas. Lazir e o percussionista e professor do Jongo da Serrinha Anderson Vilmar participam da segunda edição do “Mulheres do Jongo Griot: Bebendo da Fonte”, que acontece a partir das 19h, no Jardim Caiçara.

O encontro será uma atividade de transmissão de saberes e fazeres do Jongo, a partir da
dança, do canto, da percussão e das memórias do Jongo do Rio de Janeiro. 

Lazir faz parte de uma família que representa a tradição do Jongo no Morro da Serrinha. A artista é sobrinha-neta e afilhada de Tia Maria do Jongo, com quem aprendeu a dançar aos seis anos de idade, além de ter parentesco direto com Tia Eulália e Tio Molequinho, dois dos fundadores do Império Serrano, uma das mais maiores escolas de samba do Rio de Janeiro, em 1947.

Sempre levantando a bandeira do Jongo e elevando o nome da Serrinha, Lazir Sinval já trabalhou com artistas do naipe de Beth Carvalho, Tia Surica, Marquinhos Satã, Elza Soares, Jair Rodrigues e Alaíde Costa, entre outros.

As inscrições e outras informações sobre a atividade são pelo telefone (22) 99223-7499. A contribuição responsável é de R$ 50, para a vinda dos mestres e manutenção das atividades do coletivo. A inscrição será confirmada mediante a contribuição.

A atividade acontece em meio à preparação do grande cortejo pré-carnavalesco do Griot a ser realizado no próximo dia 20 de fevereiro de 2020.

Sobre o Griot:

O GRIOT existe desde 2008 na Região dos Lagos, com sede em Cabo Frio, pesquisando, difundindo memórias e contemporaneidades, em ações comprometidas com o antirracismo, com o protagonismo, a identidade e visibilidade cultural AFROCENTRADAS.

PRINCIPAIS AÇÕES DO GRIOT: atividades de Jongo, Ciranda, Coco, Maracatu, dança afro contemporânea, de orixás, gestos, canto, percussão, de contação de história, culinária, exibição de filmes, literatura, palestras e outras ações.

QUEM SOMOS:

Coordenadora Geral:

Marcia Fonseca | "Fulô" (Idealizadora e diretora)
. Pós graduação em História e Cultura Afro-brasileira e Indígena.
. Coordenação de História e Cultura Afro e Indígena da Rede Municipal de Ensino de Cabo Frio | RJ.
. Licenciatura em Educação Física.
. Coreógrafa, professora e brincante.
. Integrante da Rede das Pretas
. Integrante da ECOAFRO.

Principal colaboradora:

. Prof.ª Andreia Fernandes (Produtora | Historiadora)
. Integrante da Rede das Pretas
. Integrante da ECOAFRO.

As aulas e ensaios de danças afro e popular são às terças-feiras, às 20h, e o projeto de percussão feminina Tambor de Iaiá acontece às quintas-feiras, a partir das 19h. 
Informações pelos telefones (022) 99223-7499 | (022) 99226-0365 (ligações e WhatsApp)
E-mail: [email protected]

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.