Assine Já
sexta, 03 de dezembro de 2021
Região dos Lagos
25ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 53693 Óbitos: 2188
Confirmados Óbitos
Araruama 12500 448
Armação dos Búzios 6584 73
Arraial do Cabo 1754 93
Cabo Frio 15591 902
Iguaba Grande 5572 147
São Pedro da Aldeia 7051 290
Saquarema 4641 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
Festival

Búzios recebe Festival de Cinema Francês a partir desta quinta (9) ​

Filmes serão exibidos até o fim do mês no Cine Bardot

09 junho 2016 - 11h48Por Redação
Búzios recebe Festival de Cinema Francês a partir desta quinta (9) ​

Drama "Chocolare" é um dos destaques da mostra de filmes franceses (Divulgação)

União eternizada pela figura de Brigitte Bardot, Armação dos Búzios e o cinema da terra de Godard terão novo encontro, a partir de hoje e até o dia 26, durante o Festival Varilux de Cinema Francês. As exibições acontecerão sempre no Cine Bardot. Às 21h, o filme ‘Flórida: A Viagem de Meu Pai’ – a história da derrocada e renascimento de um aposentado – abre a mostra, hoje. Os ingressos custam R$ 30 (para filmes que são em 3D, R$ 32).

Confira as sinopses dos destaques:

Chocolate – (Drama). O jovem negro Rafael Padilha nasceu em Cuba em 1868 e foi vendido quando ainda era criança. Anos depois ele consegue fugir e é encontrado nas docas por um palhaço que o coloca nas suas apresentações. Em seguida, Padilha passa a ser conhecido como Chocolat, tornando-se o primeiro artista circense negro na França, um grande sucesso. Exibição: 17/06 e 26/06: 21h.

Agnus Dei – (Drama). Durante o fim da Segunda Guerra, na Polônia, a enfermeira francesa Mathilde descobre que as freiras moradoras de um convento vizinho foram estupradas por soldados invasores. Muitas delas estão grávidas. Apesar da ordem de prestar socorro apenas aos franceses, Mathilde começa a tratar secretamente de todas as freiras e madres. Exibição: 10/06: 21h.

Flórida: A Viagem de Meu Pai – (Comédia Dramática). Aos 80 anos, Claude já não é mais o grande industrial de antigamente. Aposentado, ele sofre com a perda de memória e não consegue viver sem ajuda de enfermeiras. Mesmo assim, insiste em morar sozinho, afugentando todos que tentam ajudá-lo. Exibição: 09/06 e 25/06: 21h.

Um Belo Verão – (Romance). Nos anos 1971, a França está atravessando a época da liberação sexual e o ápice do feminismo. Neste contexto, Delphine abandona a sua família no interior do país para descobrir a vida intensa em Paris. Chegando à capital, conhece Carole, que vive com o namorado Manuel. Delphine e Carole se aproximam e iniciam uma história de amor. Exibição: 16/06: 21h.

Filmes raros em cartaz no Cine Mosquito

Há mais de 50 anos duas relíquias do cinema nacional foram gravadas em Cabo Frio: ‘Os Cafajestes’ (1962) e ‘Antes, o Verão’ (1968). O primeiro, filme do diretor moçambicano Ruy Guerra, foi indicado ao Urso de Ouro, prêmio de maior prestígio no Festival de Berlim no mesmo ano. Já o segundo, do diretor Gerson Tavares, foi censurado pela Ditadura, esquecido durante todos esses anos e redescoberto apenas em 2015, quando um projeto de resgate do professor da UFF Rafael de Luna recuperou e digitalizou a obra. Ambos serão exibidos hoje, no Cine Mosquito, a partir de 19h30.

A mostra de filmes terá também oito curtas-metragens na exibição: ‘Reis do Sagrado’ (documentário sobre folias de reis); ‘Maxacali’ (filme indígena); ‘Lincoln Samarina –Um dia na Vida’ (sobre música); ‘Ciclo’ (ficção); ‘De Ontem’ (animação); ‘Entre Casais’ (ficção); ‘A Sonhadora’ (ficção); ‘Os Opostos se Atraem’ (ficção); e a exibição do videoclipe ‘Super Shimpanzé’, do músico Criso.

O Cine Mosquito conta ainda com mímica de filme, contação de filme, poesia, varal do beijo com exposição de artes e poemas da cidade, sebo para venda de livros, e um curta teatral – apresentado na hora.
O evento acontece no Espaço Cultural Usina 4, localizado na Rua Geraldo de Abreu, nº4, bairro Jardim Excelsior. A entrada custa: R$ 2.