Assine Já
quinta, 09 de julho de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
TEMPO REAL Suspeitos: 301 Confirmados: 3282 Óbitos: 191
Suspeitos: 301 Confirmados: 3282 Óbitos: 191
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 270 654 41
Armação dos Búzios X 266 7
Arraial do Cabo 9 83 11
Cabo Frio X 1016 62
Iguaba Grande 13 218 20
São Pedro da Aldeia 2 517 19
Saquarema 7 528 31
Últimas notícias sobre a COVID-19
apresentação

Azul Casu se apresenta neste sábado no Teatro Municipal de Cabo Frio

Artista faz apresentação única do show 'Sentado no Centro da Sala de Estar'

09 maio 2015 - 14h10
Azul Casu se apresenta neste sábado no Teatro Municipal de Cabo Frio

No jargão futebolístico, seria possível dizer que Azul Casu ‘joga nas onze’. É justamente a versatilidade do artista cabofriense o mote do espetáculo ‘Sentado no Centro da Sala de Estar’, em apresentação única, hoje, às 21h, no Teatro Municipal de Cabo Frio. Baseado no conceito do título da apresentação, Azul Casu; a pianista Emanuele Gil; o trompetista Diego Matos e as atrizes performáticas Vivi Medina e Bia Sampaio, passeiam por diversas formas de arte, como a música, o teatro, o circo e a poesia.

– [A apresentação] Começa a partir da ideia de um menino sentado no meio de sua sala de estar e tudo o que ele pensa cria forma: amores, amigos, vida de artista. Então a partir do pensamento dele, tudo começa a surgir. É uma nova forma de pensar espetáculos porque não é nem um musical, nem uma peça de teatro, nem um show. É um espetáculo que tem várias vertentes dentro de um só. Acho que ainda não tem nenhum tipo de denominação para esse tipo de espetáculo – comentou.

A apresentação de hoje é uma atualização do mesmo espetáculo apresentado no ano passado, com sucesso de público e crítica. Além de cantar e tocar ukulelê – instrumento de cordas de origem portuguesa – Azul participa de intervenções artísticas, teatrais e circenses. Conceitualmente bastante diferente do trabalho que lhe garantiu maior notoriedade, o CD ‘Minha Cara’ (2014), baseado na mistura de diversos ritmos e cuja música-título rendeu um clipe veiculado em rede nacional, no canal a cabo Multishow.

 

* Leia a matéria na íntegra no suplemento F+, que sai na edição de fim de semana da Folha dos Lagos.