Assine Já
quarta, 30 de setembro de 2020
Região dos Lagos
28ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8402 Óbitos: 437
Confirmados Óbitos
Araruama 1657 103
Armação dos Búzios 500 10
Arraial do Cabo 252 15
Cabo Frio 2765 149
Iguaba Grande 695 37
São Pedro da Aldeia 1353 54
Saquarema 1180 69
Últimas notícias sobre a COVID-19
Cultura

​Alunos do Oficena apresentam ‘Cenas Curtas’ no Charitas

Apresentações acontecem neste sábado e domingo

09 setembro 2017 - 10h26
​Alunos do Oficena apresentam ‘Cenas Curtas’ no Charitas

Neste sábado e domingo, 13 cenas serão apresentadas pelos alunos do Curso de Teatro Oficena, no Charitas, a partir das 19h, com entrada gratuita. Cada uma tem cerca de dez minutos de duração e todas foram escritas e dirigidas pelos alunos. Ao todo, 80 atores entrarão em cena abordando diversos temas, como: morte, família, violência sexual, entre outros, de gêneros que vão da comédia ao drama. A apresentação é uma continuidade da leitura dramatizada que aconteceu em junho, pelas ruas de Cabo Frio.

– As portas físicas do teatro estão fechadas, por estar em obras, mas o nosso movimento está vivo. E esta apresentação no Charitas é para mostrar isto. Estamos abrindo nosso leque e levando cultura aos demais espaços da cidade, afirmou o diretor, Ítalo Moreira.

Aliás, o palco do Teatro Municipal Inah de Azevedo Mureb é só um dos locais das apresentações dos jovens do Oficena. O raio de ação dos atores se expande para a rua e qualquer outro lugar onde haja público, afinal, o que importa é fazer teatro. Seja como ator, diretor, sonoplasta, contra-regra ou iluminador, a filosofia do curso é fazer com que os atores saibam da realidade de cada função no teatro e, com isso, saiam da zona de conforto, ampliem horizontes e se tornem capazes de atuar em qualquer atividade.

E o desafio é visto com gosto pelos alunos. Mateus D’Castro, 22 anos, está desde 2003 no Oficena. Para ele, a troca de papéis é fundamental.

– Enriquece a todos porque a gente consegue enxergar o teatro com uma amplitude melhor. Ajuda a desenvolver um outro olhar. Teatro é uma arte coletiva, tem que saber de tudo. O mais legal é aprender que teatro não é só atuar. Tem iluminação, som e tudo mais – analisa.

Mario Buzzacchi, de 23 anos, concorda com Mateus. Ele já cursou teatro no Rio, mas foi no Oficena que ele se sentiu completo. Mário conta que por causa da experiência no curso não consegue mais assistir à espetáculos como antigamente.

– Esses dias eu estava no teatro em São Pedro e vi o cená- rio torto. Dei um jeito e fui lá acertar. Nossa visão muda. É um curso público e completo. Essa troca de papéis é uma provoca- ção que nos dá a oportunidade de expor o que a gente aprendeu. A gente sempre traz propostas novas – se empolga.

– O curso dá essa autonomia aos alunos. O Oficena é isso – finaliza Dândara Melo, 25 anos.

O Oficena - Curso Livre de Teatro - tem cerca de 100 alunos e as aulas acontecem todas as segundas e terças, das 14h às 22h, no Teatro Municipal. As turmas são divididas por faixa etária. As aulas acontecem às segundas e terças, das 14h às 17h, para alunos com idade entre 12 e 17 anos, e de 19h às 22h, para quem possui 18 anos em diante. Para ingressar no curso é necessário realizar uma pré-matrícula e aguardar em lista de espera. Para a inscrição são necessários documentos de identidade, CPF e comprovante de residência.