Assine Já
segunda, 16 de dezembro de 2019
Região dos Lagos
30ºmax
21ºmin
Apartamento
AP REC BANNER
cabo frio

 R$ 1 mil para quem localizar Bruninho 

Procurado é acusado de vários homicídios

29 julho 2014 - 11h15
 R$ 1 mil para quem localizar Bruninho 

O Portal dos Procurados lançou cartaz com recompensa de R$ 1 mil reais por informações que levem a localização de Bruno Ramos Lopes, o Bruninho do Tangará, chefe do tráfico de drogas da comunidade de Tangará, em Cabo Frio. Ele é acusado de vários homicídios na região. 
Em janeiro de 2012, o 25º BPM (Cabo Frio) chegou a prender o traficante no bairro do Tangará, na Rua Nelson Mandela, em frente ao nº. 54. Ao perceber a chegada da policia ele correu para dentro da residência. Após a prisão, ele foi indagado o motivo da correria e acabou confessando que estava armado e havia jogado uma arma por cima do telhado. Foi apreendida uma pistola – PT 58 calibre 380 da Marca Taurus com 18 munições intactas com a numeração raspada.  Ele foi preso por porte ilegal de armas e tráfico de drogas.  
Em abril de 2014, Bruninho foi novamente localizado no bairro do Tangará. A PM conseguiu achá-lo por volta das 10h, sem a ocorrência de flagrante. Levado para a 126ª DP (Cabo Frio) ele foi ouvido e liberado. Em depoimento, ele admitiu que se livrou das provas que o incriminassem porque foi avisado da chegada da polícia. Ele gozava da liberdade há poucos meses, em razão de sua prisão em janeiro de 2012. 
No dia 23 de julho, mais uma vez, foi realizada uma operação conjunta entre o 25º BPM e a 126ª DP de Cabo Frio, no cumprimento de Mandado de Prisão e Busca e Apreensão em desfavor do acusado, A polícia consegui chegar até a casa de sua mãe, e no momento da chegada dos policiais, segundo informações, a mãe de Bruninho estava falando ao telefone com ele. A polícia acreditava que o procurado estaria escondido nas proximidades, mas ele não foi encontrado. 
Segundo informações da polícia, Bruninho seria o autor do homicídio de Ana Paula Cristina de Souza, cometido no dia 3 de julho de 2011,  e de Ronaldo Teixeira Rodrigues, morto no dia 23 de janeiro do mesmo ano. Contra ele também existe uma tentativa de homicídio a Alessandro de Souza Alves no dia 20 de dezembro de 2010. 
Em desfavor de Bruno Ramos Lopes constam cinco mandados de prisão. Constam ainda seis anotações criminais e quatro ocorrências policiais por tráfico de drogas; posse ilegal de arma de fogo de uso restrito; homicídio qualificado e associação para o tráfico de drogas. 
Todas as informações recebidas no banco de dados do Disque-Denúncia estão sendo enviadas para a 126ª DP e para o 25º BPM, que estão encarregados pela investigação. 
Quem tiver alguma informação sobre o paradeiro de Bruno Ramos Lopes pode enviar mensagens de texto, fotos ou vídeos para o Whatsapp do Portal dos Procurados (21) 96802-1650, ou também pode ligar para o Disque-Denúncia (21) – 2253-1177.  Em ambos o anonimato é garantido.
Para maiores informações acesse www.procurados.org.