Assine Já
sábado, 28 de março de 2020
Região dos Lagos
29ºmax
19ºmin
perícia

Perícia tenta identificar mulheres carbonizadas no Jacaré, em Cabo Frio

Corpos foram encontrados seminus e com diversos tiros, inclusive no rosto

05 maio 2014 - 12h19

O Instituto Médico Legal (IML) de Cabo Frio trabalha para descobrir a identidade de duas mulheres, de cerca de 20 anos, executadas na madrugada do último domingo, no Jacaré, na localidade conhecida como Beco da Humildade. Os peritos colheram as impressões digitais das vítimas a fim de identificarem os corpos, encontrados seminus, carbonizados e com diversas marcas de tiros, inclusive no rosto. Segundo informações da polícia, elas seriam moradoras da Boca do Mato, dominada por facção criminosa rival à do Jacaré e estariam em busca de informações. Ao tomarem conhecimento, os traficantes teriam dado a ordem para executá-las. A polícia também suspeita que elas também tenham sido estupradas.

Leia Também

Prefeitura de Macaé confirma primeiro caso de coronavírus na cidade
1º CASO EM MACAÉ
Prefeitura de Macaé confirma primeiro caso de coronavírus na cidade
Carreatas contra medidas de combate ao covid-19 em Cabo Frio, Arraial e Búzios podem ter veículos apreendidos
Geral
Carreatas contra medidas de combate ao covid-19 em Cabo Frio, Arraial e Búzios podem ter veículos apreendidos
QUARENTENA PRORROGADA
Witzel diz que decretará mais 15 dias de distanciamento social a partir de segunda
Pronunciamento foi feito na noite desta sexta-feira (27) por uma rede social
CASOS SUSPEITOS
Iguaba Grande tem mais dois casos suspeitos de coranavírus
Ambos os casos relataram contato com outros casos suspeitos da doença