Assine Já
segunda, 16 de dezembro de 2019
Região dos Lagos
30ºmax
21ºmin
Apartamento
AP REC BANNER
Geral

Família de Herald e moradores do Jacaré marcam protesto em Cabo Frio

Eles vão sair pelas ruas da cidade na quinta-feira (8) contra a violência

07 maio 2014 - 17h09

Parentes de Herald Peterson Siqueira e moradores do Jacaré, em Cabo Frio, estão se mobilizando para fazer um protesto contra a violência na manhã desta quinta-feira (8). O funcionário público de 31 anos foi morto na última segunda-feira (5) por uma bala perdida durante um confronto entre bandidos no bairro. Nesta quarta (7), parentes e amigos da família disseram que a mobilização vai percorrer as ruas da cidade.

- Vamos sair às 9h da praça do DPO e ir em direção ao centro da cidade. Queremos pedir um basta a toda essa violência no bairro - disse um amigo da família se identificando apenas como Claudio.

Escalada na violencia

A onda de violência começou no domingo (4) com a morte de duas mulheres que foram baleadas e tiveram os corpos queimados no Jacaré. Segundo a polícia, elas teriam envolvimento com uma facção rival à que controla o tráfico no local. O tireteio na segunda-feira seria uma retaliação à morte das mulheres. No confronto, um grupo armado chegou pelo morro que fica atrás do bairro e saiu atirando. Criminosos baseados no bairro responderam. Um dos tiros pegou na cabeça de Herald, que morreu na hora, e outro atingiu uma mulher de 29 anos na perna. Ela não corre perigo.

A Polícia Militar reforçou o patrulhamento no bairro e fez várias operações. Na manhã de terça-feira, o comandante do 25º BPM, tenente-coronel Ruy França, disse que havia sido identificado um suspeito de ter participado do tiroteio. Várias operações foram feitas durante a terça, mas ninguém foi preso.

Nesta quarta-feira o clima é mais tranquilo na cidade. Nenhuma ocorrência grave foi registrada desde a madrugada até o meio da tarde.