Assine Já
segunda, 25 de outubro de 2021
Região dos Lagos
22ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52431 Óbitos: 2149
Confirmados Óbitos
Araruama 12371 441
Armação dos Búzios 6530 72
Arraial do Cabo 1736 92
Cabo Frio 14792 880
Iguaba Grande 5486 140
São Pedro da Aldeia 6985 289
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
São Pedro

Delegacia da Junta Comercial de São Pedro participa de palestra sobre MP da liberdade econômica

O encontro foi conduzido pela diretora-substituta e coordenadora geral nacional do Departamento Nacional de Registro Empresarial e Integração (DREI) do Ministério da Economia

02 setembro 2019 - 19h07
Delegacia da Junta Comercial de São Pedro participa de palestra sobre MP da liberdade econômica

A delegada da unidade aldeense da Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro (JUCERJA), Ivonete Santos, e o servidor Dayvid Douglas participaram de uma palestra sobre as mudanças promovidas pela Medida Provisória 881/2019, conhecida como a MP da Liberdade Econômica, que visa desburocratizar e simplificar processos para empresas e empreendedores. O encontro foi conduzido pela diretora-substituta e coordenadora geral nacional do Departamento Nacional de Registro Empresarial e Integração (DREI) do Ministério da Economia, Anne Caroline Nascimento Silva.

A delegada da JUCERJA, Ivonete Santos, falou sobre a importância das iniciativas que buscam a desburocratização de processos. “Facilitar a vida dos empreendedores com redução do tempo e da burocracia processual é de extrema importância para a geração de renda e melhoria do setor econômico, promovendo, com isso, importantes avanços no alinhamento do desenvolvimento sustentável e regional, com a abertura de pequenos negócios, cada vez mais rápida”, destacou.

A palestra foi promovida pelo Sebrae-RJ, em parceria com o Fórum de Desenvolvimento do Rio, a Frente Parlamentar de Desburocratização da ALERJ, a Junta Comercial, o Sescon-RJ e o Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Rio de Janeiro (CRCRJ).

“Na ocasião, São Pedro da Aldeia foi indicado como município piloto do REGIN para a implantação da viabilidade automática, que já vai conter as informações do nosso Plano Diretor, dizendo se será possível, ou não, constituir a empresa no local desejado. Atualmente, quem responde isso é a Fiscalização de Postura, em um prazo de até 48h. O anúncio foi feito pela diretora federal do Ministério da Economia, a Anne; com isso, o prazo para análise será de até 12h, ou seja, meio dia”, completou a delegada Ivonete.  

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 29 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições na porta de casa, de terça a sábado. Ligue já: (22) 2644-4698. *Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.