Assine Já
sábado, 31 de julho de 2021
Região dos Lagos
18ºmax
12ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 46181 Óbitos: 1868
Confirmados Óbitos
Araruama 11325 353
Armação dos Búzios 5463 57
Arraial do Cabo 1574 87
Cabo Frio 12663 757
Iguaba Grande 4763 115
São Pedro da Aldeia 6144 273
Saquarema 4249 226
Últimas notícias sobre a COVID-19
PRECAUÇÃO

Servidores do Turismo ajudam a organizar filas em bancos de São Pedro da Aldeia

Funcionários atuaram para impedir aglomerações nas proximidades das agências bancárias

19 maio 2020 - 15h55Por Redação

A exemplo do que já vinha sendo feito na fila da agência da Caixa Econômica Federal de São Pedro da Aldeia, a equipe de servidores da Secretaria Adjunta de Turismo assumiu também a tarefa de auxiliar na organização da fila da agência do Bradesco, na praça Plínio Tavares (do Canhão). Atendendo a um pedido da gerência do banco e para evitar aglomerações, os servidores se dividiram entre as duas agências bancárias, porém, com tarefas diferenciadas.

De acordo com o secretário adjunto de Turismo, Luiz Carlos Rocha, na Caixa Econômica a equipe organizar a fila e orienta a população sobre a situação cadastral para o recebimento do auxílio emergencial de R$ 600. No Bradesco a tarefa é separar as pessoas em duas filas, para caixa automático e outra para atendimento na agência, e manter a distância de um metro entre as pessoas, respeitando a marcação a tinta feita na calçada. O trabalho nas duas agências é auxiliado por rondas periódicas da Guarda Civil Municipal.

“Seguimos, nos dois bancos, as orientações da gerência e dos funcionários a quem estamos apoiando. Estamos aguardando um aumento no volume de trabalho com a liberação da segunda parcela do auxílio emergencial, que vai trazer novamente muita gente para a fila da CEF. Por enquanto, conseguimos atender simultaneamente as duas agências” explicou o secretário.

A bancária Elcione Nascimento, que trabalha na agência do Bradesco em Cabo Frio, mas foi deslocada para São Pedro da Aldeia para organizar a fila, contou que por vezes é necessário acionar a Guarda Municipal, pois muitos clientes teimam em não respeitar a distância segura e acabam se aglomerando.

“Vamos na fila, pedimos para que eles se afastem e, muitas vezes, somos até mal interpretados. Nessas horas, temos de acionar a Guarda Municipal, que tem nos ajudado bastante, junto com as servidoras do Turismo” elogiou Elcine.

A professora Denise Pacheco, que andava meio ressabiada em enfrentar a fila do Bradesco, apoiou a iniciativa. “Sempre passava em frente à agência e adiava a minha ida ao banco, por não gostar de fila e para não riscos com aglomerações. Hoje percebi uma organização melhor e resolvi entrar para resolver os problemas pendentes” contou a professora.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.