Assine Já
quarta, 27 de outubro de 2021
Região dos Lagos
24ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52450 Óbitos: 2151
Confirmados Óbitos
Araruama 12382 441
Armação dos Búzios 6530 73
Arraial do Cabo 1736 93
Cabo Frio 14792 880
Iguaba Grande 5486 140
São Pedro da Aldeia 6993 289
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
REFORÇO NA CAMPANHA

Secretaria Estadual de Saúde distribui 292 mil doses de vacinas Oxford AstraZeneca neste sábado (17)

Secretário Alexandre Chieppe pede que não haja afrouxamento de restrições, apesar de queda nos casos e internações: " Pandemia não acabou"

17 julho 2021 - 12h00Por Redação

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) realiza neste sábado (17), a entrega de 292 mil doses do imunizante Oxford/AstraZeneca contra a Covid-19 aos 92 municípios do estado. A vacina será disponibilizada para ampliação da cobertura vacinal da população fluminense. 

Os municípios do Rio de Janeiro, Niterói, São Gonçalo, Maricá e Itaboraí fizeram a retirada dos imunizantes diretamente na Coordenação Geral de Armazenagem (CGA) da SES, em Niterói, no começo da manhã. Também sairão do local os comboios de vans e caminhões para entregar os imunizantes aos municípios das regiões Metropolitana I e II, Médio Paraíba, Serrana, Centro Sul e Baixada Litorânea, com escolta da Polícia Militar. No mesmo horário, dois helicópteros levarão as vacinas para as regiões da Costa Verde, Norte e Noroeste, sendo uma aeronave da Saúde e outra do Corpo de Bombeiros.

– Estamos completando seis meses de vacinação com 50% da população de 18 anos ou mais já vacinada pelo menos com a primeira dose. É uma marca importante, mas ainda não permite o afrouxamento das medidas preventivas. A pandemia ainda não acabou. Embora estejamos em um momento de queda de casos confirmados e taxa de ocupação de leitos, ainda é necessário que todos respeitem as medidas sanitárias, inclusive as pessoas que já tomaram as duas doses da vacina – afirma o secretário de Estado de Saúde, Alexandre Chieppe.

Assim como nas entregas anteriores, a SES enviará ofício para as secretarias municipais de Saúde reforçando a importância de que os responsáveis técnicos e gestores municipais organizem suas ações de vacinação, respeitando as doses que são destinadas para a primeira e/ou segunda aplicação. A SES reitera que não há reserva técnica para reposição das vacinas, caso a administração das doses não siga o especificado, e destaca ainda que a gestão da aplicação das doses e o registro são de competência municipal.

Todo o volume de distribuição é feito de forma proporcional e igualitária. A SES também ressalta a necessidade da priorização da repescagem de pessoas dos grupos prioritários já atendidos pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI) nas distribuições anteriores, dando continuidade à campanha conforme recomendações da terceira edição do Calendário Único de Vacinação do Estado do Rio de Janeiro.

Os municípios do interior do estado aguardam a chegada da nova remessa para aumentar seus estoques que estão em baixa nos últimos dias. Cabo Frio, por exemplo, chegou a suspender os mutirões que aconteceriam nos próximos dois sábados por insuficiência de doses. Macaé e Maricá também passam por problemas semelhantes. 

 

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.