Assine Já
quinta, 04 de março de 2021
Região dos Lagos
30ºmax
21ºmin
Tropical
Tropical mobile
TEMPO REAL Confirmados: 26964 Óbitos: 928
Confirmados Óbitos
Araruama 6793 183
Armação dos Búzios 3248 32
Arraial do Cabo 865 38
Cabo Frio 7480 357
Iguaba Grande 2552 58
São Pedro da Aldeia 3575 126
Saquarema 2451 134
Últimas notícias sobre a COVID-19
INÍCIO DA IMUNIZAÇÃO

Primeiras doses da vacina contra a Covid-19 são aplicadas em São Pedro da Aldeia

Técnica de Enfermagem que atua no município há 33 anos foi a primeira a receber o imunizante

20 janeiro 2021 - 17h22Por Redação

São Pedro da Aldeia inicia, nesta quarta-feira (20), o marco histórico no combate à Covid-19.  As doses da vacina CoronaVac, enviadas ao município, estão sendo aplicadas na primeira fase de imunização da doença, destinada aos profissionais que trabalham na linha de frente e aos idosos que residem em espaços de longa permanência (asilos e afins). A primeira vacinada na cidade foi a técnica de enfermagem Leilamar Eurídice de Oliveira, de 57 anos, que atua há 33 anos na saúde municipal.

A imunização teve início na Sala de Vacinas, no Centro da cidade. A ação foi acompanhada pelo prefeito, Fábio do Pastel, e cercada de emoção dos profissionais e servidores presentes. "Eu estou muito orgulhosa de ser a primeira a receber a dose da vacina. Eu amo a minha cidade. Eu já atendi muitas pessoas ao longo desses 33 anos e vejo que estamos deixando um grande legado para São Pedro depois de vivenciar na pele essa doença, pois fui infectada e vi vários colegas com ela. A esperança se renova", disse a técnica de enfermagem, Leilamar.

A diretora da Vigilância em Saúde do município, a enfermeira Tatiana Leal de Oliveira, que aplicou o primeiro imunizante, afirmou que o município segue todas as normas e diretrizes da vacinação. "Hoje eu acordei com sentimento de felicidade. Somos representantes da ciência e hoje damos início ao fim da doença. Essa primeira remessa vai atender ao grupo prioritário, segundo as normas técnicas do Ministério da Saúde. Estamos trabalhando, de acordo com as diretrizes do Governo do Estado, para que as vacinas cheguem gradativamente aos próximos públicos", afirmou.

O prefeito Fábio do Pastel, que esteve presente na vacinação, destaca a importância da adesão dos aldeenses no combate da doença. "A sensação quando eu recebi o caminhão com as vacinas, ontem, foi de que eu estava acolhendo vidas. Agora vamos dar continuidade a esse trabalho de proteger as vidas da nossa cidade. Seguiremos o cronograma prioritário e todos devem tomar a vacina quando as doses forem disponibilizadas. Assim que chegar a minha vez, eu vou receber tranquilo, pois estou com muita esperança sobre a cura dessa doença, que vem fazendo vítimas há quase um ano", pontuou.

Nesta primeira fase, são imunizados os servidores dos equipamentos de saúde do município (Unidade de Pronto Atendimento – UPA, Pronto-Socorro Municipal, Tenda de Triagem, Hospital Maternidade Missão de São Pedro e Unidades Básicas de Saúde). Já os idosos que receberão a vacina são residentes na Pousada Xodó da Vovó, Pousada Aconchego do Vovô, Pousada Litorânea para Idoso, Morada da Aldeia Residencial Idosos e Pousada Paraíso dos Avós.

"Esse é um momento muito emocionante. Apesar de não ter sido infectada, poder tomar a vacina nos dá mais segurança com o tratamento do paciente e tranquilidade de que não vamos transportar a doença para nossos familiares que estão em casa. Estamos confiantes", comentou a técnica de Enfermagem do Pronto-Socorro Municipal, Jociane Paes dos Santos. A enfermeira da Unidade Básica de Saúde (UBS) do Porto da Aldeia, Maressa Lia Melo, também fala sobre a sensação de segurança. "O sentimento agora é de confiança, principalmente para nós que estamos na linha de frente, realizando testes diariamente. Temos, em partes, a tranquilidade para o exercício da profissão e a esperança sobre a amenização da doença", declarou.

Já a Enfermeira Geandra Quirino, que fez parte da equipe de imunização dos idosos, relatou a emoção durante a aplicação da vacina a este público. "Teve uma paciente que se emocionou ao receber a dose. Ela contou que está há meses sem ver a família, filhos e netos e sem receber visitas. A vacina vem com esperança para eles poderem voltar a ter contato com as pessoas. Foi muito emocionante".

Cerca de 500 doses serão aplicadas até o fim desta quarta-feira. O processo de imunização terá continuidade nos próximos dias até que o estoque inicial, de 885 doses, for esgotado. A vacinação é dividida em duas etapas, o que irá totalizar o quantitativo final de 1.770 doses destinadas à cidade nesta primeira fase da ação. O Governo do Estado ainda não divulgou a previsão da distribuição da segunda dose, nem quando esse total de vacinas será enviado. A segunda dose da primeira fase será aplicada nas mesmas pessoas que receberem a primeira dose, concluindo o plano de imunização.

A prefeitura destaca que todos que recebem as vacinas são catalogados para registro documental do processo de imunização. Os certificados são feitos nominalmente, com a assinatura dos profissionais que receberam o imunizante, dos idosos ou dos responsáveis pelos mesmos no ato da vacinação.

"Demos o primeiro passo, mas devemos continuar os cuidados com a doença. A prevenção entre os imunizados deve ser mantida, com uso de equipamentos de proteção individual  e continuidade dos protocolos de saúde até mesmo após a aplicação da segunda dose. A população deve contribuir com a manutenção do distanciamento social, uso de máscara e higienização frequente das mãos", ressaltou Tatiana, a diretora da Vigilância em Saúde do município.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.