Assine Já
domingo, 28 de novembro de 2021
Região dos Lagos
28ºmax
20ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 53491 Óbitos: 2186
Confirmados Óbitos
Araruama 12497 447
Armação dos Búzios 6580 73
Arraial do Cabo 1754 93
Cabo Frio 15408 901
Iguaba Grande 5564 147
São Pedro da Aldeia 7047 290
Saquarema 4641 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
EFICÁCIA COMPROMETIDA

Preocupação: 16 mil estão com a segunda dose da vacina contra a Covid-19 atrasada em Cabo Frio

Ciclo incompleto de vacinação é motivo de alerta em municípios da região

22 outubro 2021 - 12h06Por Rodrigo Branco

Em Cabo Frio, mais de 16 mil pessoas não retornaram para tomar a segunda dose contra Covid-19
A data está marcada no cartão de vacinação, mas por esquecimento ou qualquer outro motivo, a pessoa não aparece para receber a segunda dose da vacina contra Covid-19. A situação é mais corriqueira do que parece, fazendo ganhar corpo uma preocupação nos sistemas municipais de Saúde da Região dos Lagos, uma vez que somente com o ciclo vacinal completo, o cidadão pode ser considerado imunizado contra a doença.

Em Cabo Frio, a Secretaria de Saúde faz uma campanha específica para alertar os ‘esquecidinhos’. Nesta semana, o município divulgou que um levantamento aponta que 16.668 pessoas ainda não retornaram aos postos de saúde para tomar a segunda dose da vacina, e por isso estão com a aplicação atrasada.

De acordo com o município, o número maior de faltosos é do imunizante do laboratório Pfizer, com 6.021 pessoas sem completar o ciclo vacinal. Em seguida, o imunizante do laboratório CoronaVac, com 5.900 pessoas pendentes e 4.747 pessoas que ainda não tomaram a segunda dose da vacina AstraZeneca. Até o fim do mês, a previsão é que 27.279 pessoas recebam a segunda dose do imunizante dos três laboratórios dentro do prazo previsto na caderneta de vacinação. Já para o mês de novembro são 23.125 pessoas aguardadas para receber a segunda dose e, no mês de dezembro, 1.022 pessoas.

Recentemente, o município reduziu o intervalo de aplicação entre as doses de 12 para oito semanas, conforme uma determinação do Ministério da Saúde. A coordenadora municipal de Imunização, Patrícia Freitas, reforçou a importância de completar o ciclo vacinal. 

 – A segunda dose é importante, pois aumenta a proteção contra a Covid-19 e ajuda a prolongá-la. Quem perdeu o prazo da aplicação, também deve comparecer para se vacinar. O estoque de imunização é separado em primeira e segunda dose, e as vacinas ficam reservadas – explicou.

Em São Pedro da Aldeia, a estimativa é que 84 mil pessoas estão aptas a receber a vacinação contra a Covid-19 no município. Até o momento, 71.131 pessoas receberam a primeira dose, 2.595 a dose única e 46.174 cidadãos receberam a segunda dose. Dessa forma, 58% da população completou seu ciclo vacinal.

Entretanto, os cálculos apontam que cerca de 10 mil aldeenses ainda não procuraram os pontos de atendimento para receber sequer a primeira dose. Até o fechamento desta edição, um quantitativo de 6.334 aptos à segunda dose não se apresentaram para a imunização.

Em Arraial do Cabo, que recentemente adotou o Passaporte da Vacina para acesso e permanência nos estabelecimentos do município, um contingente de 54,5% já recebeu as duas doses ou a dose única. Até o fechamento desta reportagem, 9.013 pessoas estavam aptas a receber à segunda dose e devem se dirigir aos postos, caso estejam na época.

Redução nas mortes – Um dos indicadores adotados para avaliar o impacto da vacina na população diz respeito ao número de mortes. E no caso de Cabo Frio, o município experimenta uma drástica queda em relação aos óbitos. Em julho, o município registrou 117 mortes pelo novo coronavírus, enquanto no mês seguinte a quantidade despencou para 41. Uma redução de 64%.

Em setembro, foram registradas 39 vítimas, ao passo que até 21 de outubro, foram 35 os óbitos contabilizados pela Secretaria Municipal de Saúde. No caso da ocupação de leitos, a cidade tem 50% das vagas de UTI preenchidas, incluindo as redes pública e privada.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.