Assine Já
sábado, 16 de outubro de 2021
Região dos Lagos
26ºmax
21ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52181 Óbitos: 2123
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6500 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14677 858
Iguaba Grande 5464 140
São Pedro da Aldeia 6968 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
APELO DRAMÁTICO

'Não venham para a Região dos Lagos', pede o prefeito de Cabo Frio, José Bonifácio

Novas medidas restritivas, como o fechamento de praias, são anunciadas nesta quarta (24)

24 março 2021 - 13h32Por Redação

O prefeito de Cabo Frio, José Bonifácio (PDT), divulgou vídeo nesta quarta-feira (24) anunciando novas medidas restritivas em combate ao coronavírus. "Não venham a Região dos Lagos', ele disse. Há o temor de que a Região dos Lagos acabe superlotada por conta do feriado estadual de dez dias, aprovado pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

"Eu vou me dirigir, de modo especial, ao cidadão do Rio de Janeiro e dos municípios da Baixada Fluminense: não venham para a Região dos Lagos neste feriado de 10 dias. Todas as medidas restritivas de acesso, principalmente ao município de Cabo Frio, já estarão sendo adotadas a partir desta quinta-feira (25). As praias estarão fechadas, tanto para o turista que, por acaso já esteja na cidade, quanto para o morador. E os acessos pelas estradas a Cabo Frio serão bloqueados. Os outros prefeitos da região estão, também, tomando medidas de bloqueio do acesso aos seus municípios, e também do fechamento das praias litorâneas e lacustres. Eu espero a compreensão de todos", afirmou José Bonifácio.

Bonifácio anunciou o fechamento das praias, o que também acontece em Búzios e Arraial do Cabo. Um novo decreto será publicado nesta quarta (24). Além da continuidade das barreiras sanitárias nos acessos à cidade, o decreto poderá conter novas medidas. 

O prefeito afirmou que não havia outra decisão a ser tomada.

"Sempre recebemos o turista de braços abertos. Mas, neste momento, da grave pandemia que assola o Brasil, da alta taxa de contaminação, da possibilidade de não termos mais leitos para acomodar aqueles que estão precisando de UTI e de tratamento, não há outra decisão dos prefeitos, e de modo especial aqui, em Cabo Frio, senão o fechamento do acesso à nossa cidade. É um apelo que faço. Você, morador do Rio de Janeiro, da Baixada Fluminense, que sempre foi recebido por nós, neste feriadão não venha pra cá. Fique na sua cidade. Essas medidas restritivas se estenderão até o dia 4 de abril. Espero a compreensão de todos".

Bares e restaurantes - O governador do Rio, Cláudio Castro, voltou atrás na decisão sober a abertura de bares e restaurantes no superferiado. Quem fica responsável pela determinação, agora, são as prefeituras. O prefeito do Rio, Eduardo Paes, que havia tecido duras críticas ao governador, mudou o tom. “Agradeço ao governador por entender e respeitar as medidas difíceis e impopulares que tivemos que tomar partindo de decisões técnicas. Adoraria não ter que tomá-las, mas o momento nos impõe e assim me determinam as autoridades sanitárias. Continuarei como sempre no caminho do diálogo”, escreveu o prefeito na rede social.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.