Assine Já
segunda, 25 de outubro de 2021
Região dos Lagos
22ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52431 Óbitos: 2149
Confirmados Óbitos
Araruama 12371 441
Armação dos Búzios 6530 72
Arraial do Cabo 1736 92
Cabo Frio 14792 880
Iguaba Grande 5486 140
São Pedro da Aldeia 6985 289
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
GUERRA CONTRA O CORONAVÍRUS

Governador em exercício prorroga medidas restritivas contra Covid no estado por uma semana

Decreto em vigor que adotou toque de recolher na madrugada foi publicado na sexta (12)

17 março 2021 - 15h33Por Redação

O governador em exercício Cláudio Castro (Republicanos) decidiu prorrogar por uma semana as medidas para conter o avanço da Covid-19 no Estado do Rio. As determinações previstas no decreto publicado na última sexta-feira (12), que já tinham validade por uma semana, seguem valendo e têm como base dados técnicos apresentados pela Secretaria de Estado de Saúde.

O governador reforçou que acompanha diariamente os dados e faz um apelo à população para que cumpra as medidas do decreto e fortaleça ações como distanciamento social e uso de máscaras.

De acordo com o decreto, está proibida a permanência de pessoas nas vias públicas das 23h às 5h. Estão vetadas festas com bilheteria, que não têm caráter social e liberadas comemorações de 15 anos, casamentos e formaturas, mantendo 50% de ocupação nas casas de festa.

Bares e restaurantes poderão funcionar com 50% da capacidade de lotação, até as 23h, com distanciamento de um metro e meio entre as mesas. Serviços de delivery, take away e drive thru estão permitidos sem limitação de horário. 

Confira outras medidas

- Fica vetada pista e espaço de dança. Estão autorizados os serviços de consumo de bebidas alcoólicas apenas para os clientes devidamente acomodados e sentados em mesas e cadeiras nas áreas internas e externas, respeitando o distanciamento mínimo de um metro e meio, exceto famílias. 
 
- Escalonamento para o comércio: lojas de rua - das 8h30 às 17h30; shoppings – das 10h30 às 22h, com 75% da capacidade de lotação; Comércio e serviços essenciais - não há limitação de funcionamento.

- Parques e reservas naturais, jardins botânicos, zoológicos, parques temáticos, atrativos turísticos e similares podem funcionar com 50% de sua capacidade máxima.

- Serviços de educação física (academias, centros de treinamento, estúdios, piscinas e similares), parques de recreação infantil, aquáticos e clubes sociais, esportivos e similares podem funcionar com 50% da capacidade.

- Museus, centros culturais, cinemas e teatros podem abrir, com ocupação máxima de 50%.

- Bancas de jornais ficam proibidas de vender bebidas alcoólicas.

- Priorização do home office para trabalhadores com mais de 65 anos e com comorbidades.

- Ficam mantidas as atividades esportivas de alto rendimento, sem público, respeitando os devidos protocolos e autorizados pela Secretaria de Estado de Saúde.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.