Assine Já
domingo, 28 de fevereiro de 2021
Região dos Lagos
27ºmax
22ºmin
Tropical
Tropical mobile
TEMPO REAL Confirmados: 26413 Óbitos: 912
Confirmados Óbitos
Araruama 6711 182
Armação dos Búzios 3191 32
Arraial do Cabo 855 37
Cabo Frio 7283 352
Iguaba Grande 2510 55
São Pedro da Aldeia 3488 126
Saquarema 2375 128
Últimas notícias sobre a COVID-19
ZONA LARANJA

Estado eleva risco de Covid-19 na Região dos Lagos de ‘baixo ‘ para ‘moderado’

Avaliação consta em nota técnica divulgada por Secretaria Extraordinária nesta terça-feira (4)

05 agosto 2020 - 19h20Por Redação

A Secretaria Extraordinária da Covid-19 elevou a classificação de risco da Região dos Lagos, que faz parte da Baixada Litorânea, de ‘baixo’ para ‘moderado’ na mais recente nota técnica, com indicadores sobre a pandemia de coronavírus no estado do Rio de Janeiro, publicada nesta terça-feira (4). 

A nova versão do Pacto Covid analisa a Semana Epidemiológica 29 (de 12 a 18 de julho) em relação à Semana Epidemiológica 27 (28 de junho a 4 de julho). A secretária extraordinária de Covid, Flávia Barbosa, explica que oscilações são esperadas e que a pasta está em diálogo constante com os municípios que registram as maiores variações. 

 – Quando uma região reduz seu risco para coronavírus numa quinzena, não quer dizer que não possa revisto. A pandemia é uma análise viva e não é possível lidar com todos os 92 municípios de forma única. Considerando a heterogeneidade da curva epidêmica, faz-se necessária uma análise regional para subsidiar a tomada de decisão na esfera local – disse.

Assim como a Baixada Litorânea, a Região Noroeste do estado, que também estava na bandeira amarela no último Painel Covid de julho, passou agora para a bandeira laranja, indicando risco moderado. As regiões da Baía de Ilha Grande e Serrana se mantiveram na bandeira laranja. Na bandeira amarela, estão as regiões metropolitanas I e II, o Médio Paraíba, o Centro-Sul e o Norte do estado. O nível de risco para o estado, como um todo, também é baixo, indicado pela bandeira amarela.

De acordo com a Secretaria Extraordinária, para a classificação do Pacto Covid, são considerados os indicadores de taxa de positividade de pacientes testados para coronavírus; e de variação de casos e óbitos por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG); de taxa de ocupação de leitos destinados a SRAG; e de previsão de esgotamento de leitos de UTI para SRAG. As recomendações de isolamento social variam de acordo com cada nível de risco. A coloração das bandeiras e os riscos indicados variam entre roxa (risco muito alto), vermelha (risco alto), laranja (risco moderado), amarela (risco baixo) e verde (risco muito baixo).


Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.