Assine Já
sexta, 03 de dezembro de 2021
Região dos Lagos
25ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 53693 Óbitos: 2188
Confirmados Óbitos
Araruama 12500 448
Armação dos Búzios 6584 73
Arraial do Cabo 1754 93
Cabo Frio 15591 902
Iguaba Grande 5572 147
São Pedro da Aldeia 7051 290
Saquarema 4641 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
BANDEIRA LARANJA

Estado do Rio passa de risco 'alto' para 'moderado' de disseminação da Covid-19

Baixada Litorânea foi uma das regiões que teve classificação revista, mas quatro áreas ainda estão em bandeira vermelha

01 maio 2021 - 12h00Por Redação

A 28ª edição do Mapa de Risco da Covid-19, divulgada nesta sexta-feira pela Secretaria de Estado de Saúde, mostra que o estado do Rio de Janeiro está com bandeira laranja (risco moderado de contrair a doença), o que representa uma melhora nos parâmetros epidemiológicos. Na semana passada, o estado estava com bandeira vermelha (risco alto).

Quatro das nove regiões apresentaram melhora nos padrões: Centro-Sul, Metropolitana II, Litorânea e Norte saem da bandeira vermelha e passam à laranja. As regiões Metropolitana I, Noroeste, Serrana e Baía da Ilha Grande permanecem com bandeira vermelha. E Médio Paraíba segue na laranja. A análise compara a semana epidemiológica 15 (11 a 17 de abril) com a 13 (28 de março a 3 de abril) de 2021.

Cada bandeira representa um nível de risco e um conjunto de recomendações de isolamento social, que variam entre as cores roxa (risco muito alto), vermelha (risco alto), laranja (risco moderado), amarela (risco baixo) e verde (risco muito baixo).

O Estado do Rio de Janeiro apresentou uma redução de 27% no número de óbitos e de 32% no de casos de internações por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) na comparação entre as semanas epidemiológicas analisadas. As taxas de ocupação de leitos no estado, nesta sexta-feira (30), são 86,4% para leitos de UTI e 64,6% para leitos de enfermaria.

Os resultados apurados para os indicadores apresentados devem auxiliar a tomada de decisão, além de informar a necessidade de adoção de medidas restritivas, conforme o nível de risco de cada região.

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.