Assine Já
segunda, 18 de outubro de 2021
Região dos Lagos
21ºmax
18ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52181 Óbitos: 2123
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6500 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14677 858
Iguaba Grande 5464 140
São Pedro da Aldeia 6968 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
CUIDADOS DEVEM CONTINUAR

Entre a esperança e a realidade: municípios iniciam imunização de olho no avanço da pandemia

Confira o planejamento de cada município na primeira fase de vacinação

22 janeiro 2021 - 17h40Por Rodrigo Branco

O sentimento de esperança depois de dez meses de pandemia é inevitável. Esta semana, a exemplo do que acontece em todo o Brasil, os municípios da região começaram a vacinação contra Covid-19, mas, passada a euforia inicial, é preciso cair na real e garantir a continuidade das medidas de segurança sanitária, uma vez que os casos da doença não param de ser notificados.

Com doses insuficientes para cobrir até mesmo todo o efetivo dos profissionais de Saúde, e sem a garantia de que elas cheguem em breve, dada a falta de insumos para fabricação no país, os municípios buscam dar conta da aceleração da pandemia, para evitar o colapso na rede pública.

Para Cabo Frio, foi enviado o lote inicial de 2.533 doses, das quais 1.421 foram aplicadas até esta quinta-feira (21). A expectativa é que os frascos para a aplicação da segunda dose sejam enviados em até 20 dias. Ainda assim, segundo o secretário de Saúde, Felipe Fernandes, a quantidade cobre a imunização de somente 34% dos funcionários do setor. 

Preocupada com um possível relaxamento nas medidas de isolamento por parte da população, a coordenadora municipal de imunização, Patrícia Freitas, adverte que é necessário manter os cuidados adotados até o momento, como o uso de máscara e do álcool gel e o distanciamento social, o máximo que for possível.

– É uma luz no fim do túnel ainda. A gente tem a esperança de que toda a população seja vacinada e, aí sim, a gente vai ter o conforto. Claro que tem o período de imunidade, mas esperamos que todos consigam ser imunizados. A população tem que continuar mantendo as medidas de precaução para que a gente possa ter o momento de respirar, quando conseguir a imunização de todos, tanto do município de Cabo Frio, como dos outros municípios. Esperamos que cheguem mais vacinas para que a gente concretize o nosso trabalho – disse a coordenadora, para a Folha.

A preocupação da especialista faz todo o sentido. Nos últimos 15 dias, entre 6 e 21 de janeiro, foram registrados 529 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus em Cabo Frio, ao passar de 5.334 para 5.863. No mesmo período, houve 23 mortes, chegando a 238 óbitos, segundo os dados da Secretaria Municipal de Saúde. A ocupação de leitos de UTI também aumenta velozmente. Em 48 horas, da última terça-feira (19) até o fechamento desta edição, na quinta (21), o percentual saltou de 48% para 80%.

Para a primeira fase de imunização, o sistema adotado por Cabo Frio é volante, em oito unidades públicas e privadas de Saúde e em duas instituições para idosos. As unidades de Saúde são o Hospital São Jose Operário; Hospital Central de Emergência (HCE); Hospital do Jardim Esperança, Hospital da Mulher, UPA do Parque Burle e de Tamoios (rede pública) e Hospital Santa Izabel e Clinerp (rede privada). Em idosos, as doses serão aplicadas no Lar da Cidinha e na Pousada Iva Jansson. Não haverá aplicação em postos de saúde neste primeiro momento.

– A vacina é segura. A gente tem toda uma preocupação quando chega na rede. Temos o Programa Nacional de Imunização, há um cuidado muito grande. Estamos nos postos de saúde para tirar todas as dúvidas e orientar. As pessoas podem ficar tranquilas. Os profissionais estão capacitados e bem habilitados – complementa a coordenadora de imunização Patrícia Freitas.

ARRAIAL DO CABO

De acordo com a Prefeitura, nesta primeira etapa, somente os profissionais da linha de frente no combate à pandemia serão vacinados nas próprias unidades de Saúde. Inicialmente, o município recebeu uma cota de 310 doses da CoronaVac. 

Como forma de tentar impedir o avanço da doença na cidade, a Prefeitura adotou a exigência do QR Code para permanência de visitantes e turistas; a fiscalização constante aos estabelecimentos, e aos acessos às trilhas da cidade, além de orientar a população sobre a importância do uso da máscara.

Até sexta (22), o município totaliza 683 casos confirmados e 33 mortes pelo novo coronavírus.

SÃO PEDRO DA ALDEIA

O município aldeense registrou 300 pessoas aplicações da vacina contra Covid-19 no primeiro dia de imunização, realizado nesta quarta-feira (20). A previsão é que as 885 doses iniciais sejam aplicadas até a próxima segunda-feira (25).

Inicialmente, serão imunizados apenas os servidores que atuam na linha de frente, que atuam na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no Pronto-Socorro Municipal, na Tenda de Triagem, no Hospital Maternidade Missão de São Pedro e nas Unidades Básicas de Saúde, além de idosos que residem em espaços de longa permanência (Pousada Xodó da Vovó, Pousada Aconchego do Vovô, Pousada Litorânea para Idoso, Morada da Aldeia Residencial Idosos e Pousada Paraíso dos Avós.

A vacinação é dividida em duas etapas, o que irá totalizar o quantitativo final de 1.770 doses destinadas à cidade nesta primeira fase da ação. A segunda dose da primeira fase será aplicada nas mesmas pessoas que receberem a primeira dose, concluindo o plano de imunização. O Governo do Estado ainda não divulgou a previsão da distribuição da segunda dose.

Segundo a última atualização, de sexta-feira (22), São Pedro da Aldeia totaliza 3.127 casos confirmados e 107 mortes.

ARMAÇÃO DOS BÚZIOS

O balneário buziano começou a vacinação na última quarta-feira (20). O secretário municipal de saúde, Marcelo Amaral, explicou como o trabalho é feito.

– Estamos vivendo um momento importante na história da Humanidade, a vacina que já era realidade em alguns países, também passou a ser realidade nossa, aqui no Brasil. Neste primeiro momento, vamos vacinar nossos profissionais de saúde que estão na linha de frente. Serão vacinados 656 profissionais no próprio local de trabalho. A seguir, idosos acima de 75 anos – esclarece.

Búzios registra, até quinta-feira (21), 2.939 casos confirmados e 30 óbitos.

IGUABA GRANDE

Em primeiro momento, o município recebeu quantidade de vacina suficiente para vacinar 250 pessoas. Seguindo recomendação do Ministério da Saúde, os profissionais da Tenda da Covid-19 e da Unidade de Pronto Atendimento serão os primeiros a serem imunizados. Até sexta (22), o município contabiliza 2.036 casso confirmados e 50 mortes.

ARARUAMA

Para a primeira fase da vacinação, Araruama recebeu 3.210 doses (1.448 para profissionais de saúde; 77 para idosos em abrigos e seis para pessoas com deficiência que estão internadas). O município acumula 5.471 casos confirmados e 166 mortes.

SAQUAREMA

As 2.490 doses do primeiro lote destinado aos profissionais de saúde que estão na linha de frente do combate ao Coronavírus e idosos residentes em asilos. Nesta sexta (22), a Secretaria Municipal de Saúde, realizou a vacinação dos idosos residentes no LIS, no bairro Porto da Roça.

A vacinação seguirá nos próximos dias, com a aplicação da segunda dose, até a imunização de todas as pessoas pertencentes ao primeiro grupo de vacinação.

Saquarema contabiliza 2.221 casos confirmados e 110 óbitos. 

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.