Assine Já
quarta, 20 de outubro de 2021
Região dos Lagos
18ºmax
14ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52262 Óbitos: 2141
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6516 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14721 876
Iguaba Grande 5469 140
São Pedro da Aldeia 6984 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
PANDEMIA NÃO DÁ TRÉGUA

Covid: Cabo Frio tem 100% de ocupação de leitos de UTI na rede privada e de 67% na pública

Município anunciou envio de respiradores para o Hospital do Jardim Esperança

14 março 2021 - 08h11Por Redação

O município de Cabo Frio está com 100% de ocupação nos leitos de UTI para Covid-19 na rede privada de Saúde, segundo dados do boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde divulgado neste sábado (13). No Hospital Santa Izabel, os dois leitos disponíveis para o município e os oito da própria instituição particular estão ocupados por pacientes em tratemento da doença. A situação é a mesma para os leitos convencionais: nenhum dos sete existentes está vago. 

Na rede pública, de acordo com a Prefeitura, a ocupação dos leitos de UTI está em 67%, o que significa que 14 dos 21 leitos estão ocupados, no momento. A situação mais critíca é a do Hospital Otime Cardoso dos Santos, no Jardim Esperança, que tem 70% e ocupação (sete dos dez leitos ocupados).  No São José Operário, a taxa de ocupação é de 40% (dois de cinco ocupados). Na UPA do Parque do Burle, não há vagas, pois os quatro leitos estão com pacientes em tratamento, enquento na UPA de Tamoios, há apenas uma vaga disponível, e o outro leito está ocupado (50%). No caso dos leitos convencionais, a taxa de ocupação é de 53%.

Na noite deste sábado (13), a Prefeitura enunciou que optou pela transferência de oito respiradores e seis camas fawler para o Hospital dno Jardim Esperança, unidade de saúde referência para o atendimento clínico de pacientes da Covid-19 na cidade. Para reforçar o atendimento no Segundo Distrito, dois respiradores foram transferidos para a UPA de Tamoios. 

Em comunicado, a Secretaria Municipal de Saúde disse que "de acordo com o aumento da ocupação dos leitos convencionais e dos leitos de unidade de tratamento intensivo, e da impossibilidade  técnico-estrutural  de abertura atual do Hospital de Tamoios, emergencialmente as estruturas serão instaladas no Jardim Esperança em virtude da posição logística privilegiada, que permite o atendimento central, ao Segundo Distrito e às demais regiões cabo-frienses".

Pelo boletim epidemiológico, Cabo Frio tem 7.770 casos confirmados de infecção pelo novo cornavírus, com 374 mortes. Ainda há 13 óbitos em investigação. Ao todo, 7.109 casos foram descartados e 6.452 pessoas se recuperaram da doença. 

Plano de ação será anunciado esta semana

Em função do aumento do número de casos de Covid-19 na cidade e a crescente pressão sobre a rede de Saúde, a Prefeitura publicará nos próximos dias um novo decreto com um plano de ação para o combate à pandemia. Neste sábado (13), foi realizada a quarta reunião do Gabinete de Soluções criado pelo governo municipal, onde representantes governamentais e da sociedade civil abordaram possíveis medidas restritivas, que serão avaliadas pelas secretarias. Sob o comando do prefeito José Bonifácio (PDT), o gabinete contou com a participação de secretários municipais, representantes de entidades comerciais, jurídicas, sindicatos municipais, de hospitais particulares e outras representações. 

O secretário de Saúde, Felipe Fernandes, apresentou um plano de ação situacional, expondo o cenário epidemiológico de Cabo Frio em relação à COVID-19, citando ainda a estrutura municipal de saúde e sua taxa de ocupação. Ressaltando a importância do diálogo, o prefeito José Bonifácio destacou a necessidade de discutir amplamente as medidas cabo-frienses mediante à pandemia. 

“Essa reunião foi muito proveitosa e esclarecedora. É de extrema importância ouvir a sociedade e termos as informações técnicas que a Saúde nos apresentou. Após essa ampla discussão, vamos reunir nossos secretários para avaliar as medidas que podemos tomar a fim de preservar as vidas. Contamos com a consciência e a colaboração da população de Cabo Frio, é preciso que cada um faça sua parte nessa batalha contra a doença”, destacou o prefeito.

Após o encontro, o governo municipal passa a avaliar as informações apresentadas e as sugestões dos participantes, para definir sobre possíveis alterações nas regras de controle da pandemia. 

Uma minuta do novo decreto com regras sobre o tema será enviada aos participantes do encontro para avaliação, antes da publicação oficial.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.