Assine Já
terça, 20 de abril de 2021
Região dos Lagos
26ºmax
19ºmin
Tropical
Tropical mobile
TEMPO REAL Confirmados: 34054 Óbitos: 1273
Confirmados Óbitos
Araruama 8675 279
Armação dos Búzios 4115 54
Arraial do Cabo 1200 64
Cabo Frio 9216 453
Iguaba Grande 3308 82
São Pedro da Aldeia 4728 188
Saquarema 2812 153
Últimas notícias sobre a COVID-19
LIBERA GERAL?

Com novo decreto, Prefeitura de Búzios flexibiliza medidas restritivas

Texto prevê aumento da capacidade de funcionamento de bares e restaurantes, entre outras medidas

26 fevereiro 2021 - 20h09Por Redação

A Prefeitura de Armação dos Búzios, por meio do novo decreto n° 1.583, divulgado nesta sexta-feira (26), estabelece novas medidas de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. O decreto flexibiliza algumas ações, entre elas, aumento da capacidade de funcionamento dos estabelecimentos comerciais, abertura dos campos de futebol e quadras poliesportivas. 

Fica autorizado o funcionamento de todos os estabelecimentos comerciais, incluindo academias, restaurantes, bares, supermercados, mercados, quitandas e quiosques, limitados a 60% da sua lotação, janelas abertas, disponibilizando álcool gel e/ou líquido 70º INPM e lenço de papel descartável.

Os comércios que disponibilizam mesas, incluindo os de beira de praia, deverão manter a taxa de ocupação máxima reduzida em 60%, com distanciamento mínimo de 1,5m entre as mesas e/ou guarda-sol disponibilizados aos clientes.

Também fica autorizado o funcionamento dos hotéis, pousadas e outros meios de hospedagem em 70% da sua taxa de ocupação, devendo adotar as medidas de higiene, conforme orientação da Vigilância Sanitária. As áreas comuns deverão funcionar segundo o exposto no art. 5º, devendo ainda, serem mantidas as janelas abertas, disponibilizado álcool gel e/ou líquido 70º INPM e lenço de papel descartável.

O decreto também libera os acessos para permanência e uso em geral de todas as praias, no âmbito do Município de Armação dos Búzios, desde que respeitados o distanciamento de 1,5 m entre as barracas, o uso de máscaras de proteção facial, a proibição de aglomerações, e às demais recomendações expedidas pela Secretaria Municipal de Saúde. Ficam autorizadas as festas, shows e eventos, limitado o atendimento em 60% da capacidade máxima do local/estabelecimento a ser realizado.

O descumprimento das determinações importará na aplicação de penalidades judiciais cabíveis, bem como cassação de alvará. As autoridades devem ser avisadas imediatamente, caso haja eventual descumprimento das normas. 

Reforçamos que a população continue seguindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde, utilizando a máscara de proteção individual e álcool em gel, além de evitar espaços aglomerados.  

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.