Assine Já
quarta, 01 de dezembro de 2021
Região dos Lagos
25ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 53491 Óbitos: 2186
Confirmados Óbitos
Araruama 12497 447
Armação dos Búzios 6580 73
Arraial do Cabo 1754 93
Cabo Frio 15408 901
Iguaba Grande 5564 147
São Pedro da Aldeia 7047 290
Saquarema 4641 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
ESCOLHERAM ESPERAR

Cabo Frio: na contramão da reabertura gradual, alguns comerciantes preferem manter as portas fechadas

Novo decreto começou a valer no último sábado (6)

10 junho 2020 - 11h53Por Julian Viana

Mesmo com a reabertura gradual do comércio em Cabo Frio, alguns comerciantes mantêm as portas fechadas para o atendimento ao púbico. Eles preferem aguardar os rumos da pandemia. Na cidade, até a manhã desta terça (10), a secretaria de Saúde registra 547 casos confirmados e 30 mortes por coronavírus.

O bar e restaurante Bamba, na Passagem, é um dos que  não retomaram as atividades.  O estabelecimento será reaberto na próxima quinta-feira (11) apenas com os serviços de take away e delivery.

 – Abriremos com atendimento apenas para entregas e retiradas. Nós, do Bamba, entendemos que não é o momento de retomar o atendimento presencial, mesmo que seja de maneira reduzida. A segurança dos funcionários e dos clientes é a nossa prioridade e, portanto, nossa reabertura será lenta e gradual – conta Rodrigo, acrescentando que os pedidos podem ser feitos pelo aplicativo do Ifood ou pelo WhatsApp através do número (22) 98806 4557.

O tradicional Restaurante do Zé, localizado no Canal, permanece fechado desde o dia 20 de março. O proprietário disse que a previsão para a reabertura é para o 1º de julho. 

– Eu tenho 35 empregados e gostaria de evitar com que eles ficassem aglomerados. É uma medida de precaução, sabe? Aqui a gente não conta com os testes rápidos – diz o empresário José Martins de Souza, avaliando que, em algumas cidades que abriram para o comércio, o índice de contaminação aumentou.

Proprietária de salão de beleza que leva seu nome, no Centro, Bruna Candiano avisou aos clientes pelas redes sociais que ainda não retomou as atividades na primeira semana de . A empresária está trabalhando com agendamentos para os próximos 15 dias.

 – Precisamos nos reinventar. Mudar a forma de nos relacionar uns com os outros. No meu caso, eu estou preparando vídeos, tirando dúvidas e até disponibilizei o número do WhatsApp [(22) 99602 8868], que conta com uma assessoria gratuita pra todos os clientes do salão – conta a empresária. 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.