Assine Já
sábado, 23 de outubro de 2021
Região dos Lagos
25ºmax
15ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52262 Óbitos: 2141
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6516 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14721 876
Iguaba Grande 5469 140
São Pedro da Aldeia 6984 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
CONTRA AGLOMERAÇÕES

Búzios cancela a realização de festas, shows e eventos privados

Prefeitura publicou decreto que mantém estado de calamidade nesta segunda-feira (21)

21 dezembro 2020 - 20h07Por Redação

Em função do aumento do número de casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus em todo o estado RJ, a Prefeitura de Búzios publicou nesta segunda-feira (21) o decreto municipal nº 1.536, que mantém o estado de calamidade pública e proíbe a realização de eventos públicos e privados na cidade. A partir de agora, não poderão ser realizadas festas, shows e eventos privados com a cobrança de ingressos.

Pelas regras atualmente em vigor, estabelecimentos comerciais, incluindo academias, restaurantes, bares, supermercados, mercados, quiosques, quitandas e quiosques de praia podem abrir, mas devem operar com a redução de 50% de sua capacidade máxima.

Da mesma forma, igrejas e templos religiosos, escunas, catamarãs e táxis aquáticos, assim como veículos de cooperativas municipais e veículos de transporte intermunicipal, também deverão funcionar com a capacidade reduzida em 50%.

Hotéis, pousadas e demais meios de hospedagem podem trabalhar com 50% de sua capacidade máxima nos dias úteis e com 70% da capacidade aos sábados, domingos e feriados. Em todos os locais deverá ser disponibilizado álcool 70% para clientes e mantido o distanciamento social.

Para ter acesso ao município e passar pelas barreiras sanitárias que se encontram nas entradas da cidade, o visitante deve apresentar o QRCode emitido pelos estabelecimentos comerciais e meios de hospedagem. O uso de máscara é obrigatório em todas as áreas públicas do município e áreas privadas de acesso público.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.