Assine Já
segunda, 18 de outubro de 2021
Região dos Lagos
21ºmax
18ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52181 Óbitos: 2123
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6500 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14677 858
Iguaba Grande 5464 140
São Pedro da Aldeia 6968 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
'CASO EXTREMO'

Adriano descarta decretar ‘lockdown’ em Cabo Frio

Prefeito alega que medida levaria a corrida aos supermercados e que não há pessoal suficiente para fiscalização

14 maio 2020 - 18h41Por Rodrigo Branco

O prefeito de Cabo Frio Adriano Moreno (DEM) descartou decretar a restrição total de circulação de pessoas no município, conhecida como ‘lockdown’, como forma de evitar a propagação do novo coronavírus e reduzir o número de casos. A declaração foi dada em entrevista ao jornalista Sidnei Marinho, da Rede Litoral News, nesta quinta-feira (14). 

Adriano afirmou que a medida seria ‘a última das últimas’ a serem tomadas no momento e pediu a compreensão da população para o cumprimento dos decretos restritivos assinados até o momento. Municípios vizinhos, Búzios e Arraial do Cabo adotaram a medida, mas apenas no período noturno.

– Lockdown é uma medida muito extrema, porque é o isolamento total. Quando você decreta o lockdown, pode criar um pânico e as pessoas saírem correndo para o supermercado e podem falar produtos básicos para a população. Esse é um problema. O outro é que para se fazer cumprir o lockdown na nossa cidade precisaríamos de, no mínimo, três mil homens da rua, fiscalizando e não deixando as pessoas saírem de duas casas – justificou.

Se, por um lado, o prefeito afirmou que não tomará medidas mais drásticas do que as já determinadas, de outro; avisou que não vai mais fazer qualquer tipo de concessão para reabertura de outros segmentos do comércio, que não os considerados essenciais. Segundo Adriano, após liberar a construção civil, as lojas de material de construção, mecânicos e borracharias, mediante o cumprimento de normas sanitárias, não haverá nova flexibilização.

– Não vamos liberar mais nada até porque nesse momento o país está vivendo o pico da pandemia do coronavírus. Nesse momento, antes de estar prefeito, eu sou médico, e tenho uma responsabilidade muito grande. Estamos conseguindo controlar dentro do nosso município, com 220 mil habitantes, uma pandemia que já devastou países – afirmou.

“Hoje estamos com 50% dos leitos ocupados”, disse o prefeito

Em análise feita durante o programa com o jornalista, Adriano também comentou sobre a pandemia no município. Segundo ele, em Cabo Frio, a situação é de ‘controle da doença’.

O prefeito afirma que há respiradores no Hospital São José Operário, na UPA do Parque Burle, no Hospital do Jardim Esperança, no Hospital da Mulher e no Hospital de Campanha Unilagos. Sobre este último, ele admitiu que a unidade opera com a metade de capacidade, por falta de médicos intensivistas e de outros profissionais especializados para trabalho em UTI. 

Ainda assim, segundo Adriano, a rede municipal ainda tem 50% de ocupação e não corre risco imediato de colapso. 

– Tomamos cuidado para que não sobrecarregar nossa rede hospitalar, mas nos temos condição ainda de suportar o aumento da propagação do vírus na nossa cidade – garante.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.