Turismo na região segue em alta

Taxa de ocupação em hotéis e pousadas chega a 100%

Texto: Fernanda Carriço | foto: Gabriel Tinoco
Publicado em 11/01/2017 às 02:21

Calorão, céu aberto e água cristalina. Ao que parece, a com­binação aprazível faz com que os turistas não queiram arrumar as malas tão cedo. E quem co­memora são os donos de hotéis e pousadas. Em Cabo Frio e Ar­raial do Cabo, a ocupação pre­vista para este fim de semana é de praticamente cem por cento.

Quem deixou para fazer a re­serva na última hora deve encon­trar dificuldades. Em consulta da reportagem a 15 estabelecimen­tos de Cabo Frio, ontem de ma­nhã, não havia sequer uma vaga para sábado e domingo.

A secretaria de Turismo prevê que 600 mil pessoas estejam na cidade nesta segunda semana de janeiro. São 100 mil a menos do que na primeira semana do ano. Na terceira semana, a expectati­va é de 500 mil pessoas e, na úl­tima semana de janeiro, 450 mil.

Cidade cheia é sinônimo de desafios para o governo do novo prefeito, Marquinho Mendes (PMDB). Entre os principais pontos estão a mobilidade urba­na, principalmente nos acessos às praias e Ilha do Japonês, Rua dos Biquínis e região central da cidade, o ordenamento das praias e sinalização turística.

Mas, enquanto problemas são resolvidos, muitos donos de ho­teis e pousadas comemoram o bom movimento. É o caso do empresário Gustavo Amaral. Com a pousada lotada, ele acreditam que a crise tenha estimulado a procura por destinos nacionais.

– O movimento está bom. O tempo está ajudando. Acho que, com a crise, muitos deixaram de viajar para fora e estão viajan­do pelo Brasil. Também achei um público melhor. Acho que foi boa essa falta dinheiro da prefeitura, no sentido de acabar com aqueles shows populares na praia. Isso trouxe um público melhor pra cidade – declarou.

Apesar disso, o presidente do Sindicato dos Empresário e Hotéis e Restaurantes, Carlos Cunha, disse que o movimento está igual ao do ano passado.

– Está igual ao ano passado: 85% [de ocupação] durante a se­mana e 95% aos finais de semana.

 

Ordenamento também é desafio em Arraial

 

Em Arraial do Cabo, uma me­dida tomada pela gestão do pre­feito Renatinho Vianna (PRB) para desafogar o trânsito foi a criação de um bolsão de estacio­namento na Rebeche e outro no estádio municipal. Cada um de­les absorve 500 carros.

– Estamos trabalhando sem parar desde as primeiras horas do novo governo. A Praia dos Anjos está muito melhor. Já o Pontal do Atalaia é mais com­plicado ordenar porque uma parte pertence ao Parque Esta­dual da Costa do Sol, ou seja, a responsabilidade é do Instituto Estadual do Ambiente (Inea). Não posso proibir e ferir o di­reito constitucional de ir e vir. O instituto determinou que por dia subam 250 carros – infor­mou o secretário de Ordem Pú­blica, Márcio Galo.

A estimativa da secretaria de Turismo de Arraial é de que 500 mil pessoas estejam pela cidade na primeira quinzena de janeiro. Já para a segunda quinzena, o número cai para 300 mil.

Nos barcos de passeio, foi proi­bida a entrada de clientes com coolers (caixas térmicas de cerveja).

– Depois da proibição, mudou o perfil dos turistas – disse Ju­nior Aroldo, dono de uma em­barcação de passeio em Arraial.

Karla Assimos, do Hostel Marina dos Anjos, observa que muita gente ainda está chegan­do, mesmo sem reservas.

– A cidade está 100% lotada e mesmo assim não para de chegar gente. Muitos vindos de Búzios. Em média, temos uns 70% de paulistas, o restante se divide en­tre mineiros e argentino

Veja também

Compartilhe:  

COMENTÁRIOS

EXPEDIENTE

Rodrigo Cabral

Diretor

Fernanda Carriço

Chefe de Reportagem

fernanda.carrico@folhadoslagos.com

Redação, Administração, Publicidade e Assinatura

Avenida Francisco Mendes 226, loja 06, Centro - Cabo Frio - RJ

Propriedade da Sophia Editora Eireli - ME.

CONTATO

Redação

folhadoslagos@ig.com.br redacao@folhadoslagos.com
(22) 2644-4698 - Ramal 206
(22) 9971-7556

Publicidade

(22) 2644-4698 - Ramal 215
(22) 9971-7841

Central do Assinante

(22) 2644-4698
(22) 9971-7841