Assine Já
sábado, 04 de julho de 2020
Região dos Lagos
23ºmax
16ºmin
TEMPO REAL Suspeitos: 325 Confirmados: 2996 Óbitos: 179
Suspeitos: 325 Confirmados: 2996 Óbitos: 179
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 260 584 40
Armação dos Búzios X 250 6
Arraial do Cabo 11 73 11
Cabo Frio X 943 58
Iguaba Grande 13 207 20
São Pedro da Aldeia 24 455 16
Saquarema 17 484 28
Últimas notícias sobre a COVID-19
Tecnologia

Tecnologia a favor do diagnóstico de depressão ou transtorno de bipolaridade

Telefones inteligentes ajudam identificar doenças em pacientes

20 outubro 2015 - 09h55

Um estudo realizado em Tren­to, na Itália, pode trazer mais um aliado para a psiquiatria na iden­tificação de pacientes que sofrem com depressão ou transtornos de bipolaridade. A pesquisa feita com smartphone indicou que o aparelho pode ser usado para de­tectar episódios depressivos ou maníacos.

No levantamento, pesquisa­dores forneceram os telefones inteligentes a 12 pacientes de bi­polaridade para uso livre durante quatro meses e monitorou a forma como os pacientes os utilizaram a cada três semanas, comparando os dados fornecidos pelos sensores a cada coleta.

O resultado surpreendeu. A ati­vidade do usuário e os dados de lo­calização do smartphone puderam fornecer com 94% de precisão a informação referente a mudanças de humor de cada uma das pesso­as estudadas. A equipe monitorou não somente os dados geográficos como também a quantidade e du­ração das ligações e, ao juntar to­das essas informações, conseguiu aumentar a precisão da análise para 97%. No entanto, ainda que os resultados tenham sido posi­tivos, é importante frisar que o estudo de casos de doenças men­tais exige mais dados do que uma simples análise do uso de um apa­relho eletrônico. Cerca de 8% da população sofre com bipolaridade e estima-se que até 16 milhões de brasileiros sejam portadores de al­gum tipo de transtorno bipolar.