Assine Já
sexta, 18 de setembro de 2020
Região dos Lagos
30ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7483 Óbitos: 397
Confirmados Óbitos
Araruama 1452 99
Armação dos Búzios 466 10
Arraial do Cabo 201 13
Cabo Frio 2467 130
Iguaba Grande 622 34
São Pedro da Aldeia 1153 50
Saquarema 1122 61
Últimas notícias sobre a COVID-19
Tecnologia

Tecnologia a favor do diagnóstico de depressão ou transtorno de bipolaridade

Telefones inteligentes ajudam identificar doenças em pacientes

20 outubro 2015 - 09h55

Um estudo realizado em Tren­to, na Itália, pode trazer mais um aliado para a psiquiatria na iden­tificação de pacientes que sofrem com depressão ou transtornos de bipolaridade. A pesquisa feita com smartphone indicou que o aparelho pode ser usado para de­tectar episódios depressivos ou maníacos.

No levantamento, pesquisa­dores forneceram os telefones inteligentes a 12 pacientes de bi­polaridade para uso livre durante quatro meses e monitorou a forma como os pacientes os utilizaram a cada três semanas, comparando os dados fornecidos pelos sensores a cada coleta.

O resultado surpreendeu. A ati­vidade do usuário e os dados de lo­calização do smartphone puderam fornecer com 94% de precisão a informação referente a mudanças de humor de cada uma das pesso­as estudadas. A equipe monitorou não somente os dados geográficos como também a quantidade e du­ração das ligações e, ao juntar to­das essas informações, conseguiu aumentar a precisão da análise para 97%. No entanto, ainda que os resultados tenham sido posi­tivos, é importante frisar que o estudo de casos de doenças men­tais exige mais dados do que uma simples análise do uso de um apa­relho eletrônico. Cerca de 8% da população sofre com bipolaridade e estima-se que até 16 milhões de brasileiros sejam portadores de al­gum tipo de transtorno bipolar.