Assine Já
domingo, 20 de setembro de 2020
Região dos Lagos
22ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7728 Óbitos: 407
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 468 10
Arraial do Cabo 215 13
Cabo Frio 2528 136
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1213 50
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
servidores

Servidores acusam Alair Corrêa de agressão em tumulto

Caso teria acontecido durante visita à sede da Comsercaf

22 dezembro 2016 - 08h04Por Gabriel Tinoco I foto: Reprodução RC24h
Servidores acusam Alair Corrêa de agressão em tumulto

 A passagem de Alair Corrêa (PP), pelo posto de coleta da Comsercaf da Avenida Teixeira e Souza, novamente terminou em tumulto na manhã de ontem. O prefeito foi recebido com hostili­dade por um grupo de funcioná­rios da Companhia que cobravam os salários atrasados – um deles, inclusive, teria chamado Alair de safado e a confusão teria começa­do. Os servidores acusam o polí­tico de ter saído do carro e dado um soco no gari Ricardo Miran­da, autor do xingamento.

A confusão resultou num bate-boca acalorado entre assessores e os funcionários da autarquia. No vídeo, os funcionários cha­mavam o prefeito de “covardão” e gritavam “agride aí, Alair” en­quanto filmavam. As trocas de empurrões deixaram os ânimos ainda mais quentes. A pressão, no fim das contas, adiantou, tan­to que, no fim da tarde de ontem, o 13º foi depositado na conta dos servidores da Comsercaf.

A Prefeitura de Cabo Frio foi contatada, mas não deu nenhum posicionamento sobre o caso.

Protestos O dia foi de pro­testos na cidade. Os guardas municipais novamente fecha­ram a Ponte Feliciano Sodré, que liga o Centro à região da Grande Jardim, pela manhã.

Também pela manhã, os ser­vidores de várias pastas uniram forças para protestar contra a transferência de R$ 8 milhões dos cofres públicos para a Com­sercaf. Eles ocuparam a sede da Secretaria de Fazenda para pres­sionar o governo a pagar os me­ses de outubro e novembro com o dinheiro.

Na Delegacia – Essa não é a primeira confusão em que o pre­feito de Cabo Frio se envolve no posto de coleta da Comsercaf. Há exatamente um ano, Alair pediu para os funcionários aca­barem com a greve e se irritou com o lixo espalhado pelos pró­prios garis pelas ruas da cidade durante um protesto. Alair co­meçou a bater boca e chegou a partir para cima de um dos fun­cionários, mas foi contido pelos seus assessores.

O prefeito teria dito ao gari Wagner Almeida que ele estava fora da prefeitura e ouviu do ser­vidor: “Não te pedi emprego, sou concursado”. Assim como na ma­nhã de ontem, a resposta e o ví­deo viralizaram nas redes sociais.

Cerca de trinta funcionários da Comsercaf foram registrar ocor­rência na 126ª DP (Cabo Frio), acusando o prefeito de injúria.